USO E CONSERVAÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPIS) EM UMA UNIDADE DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO HOSPITALAR

Autores

  • Alessandra Varanda Picchi Universidade Presbiteriana Mackenzie
  • Andrea Carvalheiro Guerra Matias UniversidadePresbiteriana Mackenzie
  • Mônica Glória Neumann Spinelli UniversidadePresbiteriana Mackenzie

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v25i49.389

Palavras-chave:

Segurança no trabalho, equipamentos de proteção, restaurantes.

Resumo

No Brasil, o setor de alimentação institucional é um mercado em expansão, mas ainda se observam condições de trabalho impróprias. O objetivo deste estudo foi levantar as condições de segurança e avaliar a utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) por parte dos colaboradores de uma Unidade de Alimentação e Nutrição Hospitalar (UAN Hospitalar) de um hospital privado do município de São Paulo. Realizou-se um levantamento junto aos funcionários para verificação de EPIs (disponibilidade e conservação) previstos no Manual de Boas Práticas. A unidade apresentou todos os EPIs previstos em boas condições de conservação. Observou-se 83% de frequência do uso dos EPIs pelos colaboradores. As áreas ou atividades que apresentaram diferentes graus de inadequação, onde um ou mais colaboradores não faziam uso de EPI, foram câmaras frias e refrigeradas, o manuseio de facas, higienização das coifas, preparo do café, corte de carnes, lavagem de panelas, uso do processador de alimentos, corte de pães e uso da fritadeira. Apesar de ser observada uma frequência de adequação de uso de 83%, faz -se necessário o treinamento e motivação continuados, bem como a sistematização do controle do correto uso de EPIs, a fim de garantir a segurança dos colaboradores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alessandra Varanda Picchi, Universidade Presbiteriana Mackenzie

Nutricionista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie

Andrea Carvalheiro Guerra Matias, UniversidadePresbiteriana Mackenzie

Nutricionista, mestre e doutora em Saúde Pública (área de concentração -nutrição) pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP), professora adjunta do curso de nutrição da Universidade Presbiteriana Mackenzie

Mônica Glória Neumann Spinelli, UniversidadePresbiteriana Mackenzie

Nutricionista, mestre e doutora em Saúde Pública (área de concentração -nutrição) pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP), professora adjunta do curso de nutrição da Universidade Presbiteriana Mackenzie

Referências

ABERC - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS EMPRESAS DE REFEIÇÕES COLETIVAS. Mercado real. Disponível em: http://www.aberc.com.br/mercadoreal.asp?IDMenu=21. Acesso em: 24 dez. 2015.

ABREU, E.S; SPINELLI, M.G.N. Segurança e saúde no trabalho. In: ABREU, E.S; SPINELLI, M.G.N.; SOUZA PINTO, A.M. (col. Gestão de unidades de alimentação e nutrição: um modo de fazer. 4 ed. São Paulo: Metha, 2011.

ABREU, E.S.; SPINELLI, M.G.N.; ARAÚJO, R.M.V. Fatores de Risco Ambiental para trabalhadores de Unidade de Alimentação e Nutrição. Rev Nutr Pauta, São Paulo, v. 1, n. 57, p. 46-49, 2002.

ANTUNES, A.A; SPINELLI, M.G.N.; KOGA, R.A. Análise Ergonômica do Trabalho (AET) de uma Unidade de Alimentação e Nutrição (UAN) de São José dos Campos. Revista Nutrição em Pauta. São Paulo, p. 46-49, 2005.

BARBOSA, L.N., ALMEIDA, F.Q.A. Relato de experiência sobre a avaliação dos riscos ambientais e mapeamento em uma unidade de alimentação e nutrição (UAN) para a promoção da segurança no trabalho. Rev. Simbio-Logias, v.1, n.2, 2008.

BARROS, B.T; PRATES, M.A. O estilo brasileiro de administrar. São Paulo: Atlas, 1996.

BECK, A.C. U. Análise dos aspectos ergonômicos que envolvem a atividade profissional de camareira, auxiliar de cozinha e cozinheira no Hotel Jardim Europa em Ijuí- RS. 2008, 82 p. Dissertação (Produção técnico científica para obtenção do título de bacharel em Turismo e Hotelaria) Universidade Vale do Itajaí. Balneário de Camboriú.

BRASIL. MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO. NR-6 – Programa de Controle Médico de Segurança Ocupacional. Normas Regulamentadoras de da Secretaria de Segurança no Trabalho. 2001. Disponível em: http://portal.mte.gov.br/data/files/FF8080812DC56F8F012DCDAD35721F50/NR-06%20 (atualizada)%202010.pdf. Acesso em: 12 nov. 2012.

CANDIDO, I.; VIEIRA, E. Gestão de Hotéis: técnicas, operações e serviços. Caxias do Sul: Educs, 2003.

CONCEIÇÃO, M.L.C.; CAVALCANTI, C.L.C. Avaliação dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) na Unidade de Alimentação e Nutrição (UAN) do Restaurante Universitário da UFPB. Rev. Conc., v. 4, n. 5, p. 1-12, 2001.

CONTRI, P.V.; JAPUR, C.C.; VIEIRA, M.N.C.M. Saúde do trabalhador. In: VIEIRA, M.N.C.M; JAPUR, C.C. (coord.) Gestão da qualidade na produção de refeições. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2015.

GHISLENI, D. R.; BASSO, C.; Educação em saúde a manipuladores de duas Unidades de Alimentação e Nutrição do município de Santa Maria/Rs. Disc. Scientia. Série: Ciências da Saúde, Santa Maria, v. 9, n. 1, p. 101-108, 2008.

LACERDA, E.R.M., ABBAD, G. Impacto do treinamento no trabalho: investigando variáveis motivacionais e organizacionais como suas preditoras. Rev Adm Contemp., v.7, n.4, Curitiba, 2003.

MELO JÚNIOR, A. S.; RODRIGUES, C. L. P. O risco de acidente de trabalho na indústria de panificação: o caso das máquinas de cilindro em massa. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, 25, 2005, Porto Alegre. ENEGEP 2005. Disponível em: http://www.segurancaetrabalho.com. br/download/ind-panificacao.pdf. Acesso em: 02 de out. 2012.

OLIVEIRA, J. C. de. Segurança e saúde no trabalho: uma questão mal compreendida. São Paulo Perspec., São Paulo , v. 17, n. 2, p. 03-12, June 2003. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-88392003000200002&lng= en&nrm=iso. Acesso em: 06 fev. 2018.

REINHARDT, E. L.; FISCHER, F. M. Barreiras às intervenções relacionadas à saúde do trabalhador do setor saúde no Brasil. Revista Panam Salud Publica, v. 25, n. 5, p. 411-7, 2009.

RODRIGUES, J.S. O moderno príncipe industrial: o pensamento pedagógico da Confederação Nacional da Indústria. Rio de Janeiro: Editores Autores Associados.1998, p. 82.

SCHWAB, J.T.G.; BARTH, E.; HERING, B.; LIMA, E.E.; LINKE, C. A importância da utilização de equipamentos de proteção individual por manipuladores de UAN. Nutrire, v. 30, n. Suplemento, p. 355-355, 2005.

Downloads

Publicado

2019-12-17

Como Citar

Picchi, A. V., Matias, A. C. G., & Spinelli, M. G. N. (2019). USO E CONSERVAÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPIS) EM UMA UNIDADE DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO HOSPITALAR. Revista Univap, 25(49), 130–138. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v25i49.389