AVALIAÇÃO DO DESPERDÍCIO DE ALIMENTOS NA DISTRIBUIÇÃO DO ALMOÇO SERVIDO PARA ESTUDANTES DE UM COLÉGIO PRIVADO EM SÃO PAULO, SP

Cilea Pikelaizen, Mônica Glória Neumann Spinelli

Resumo


Na área de alimentação, o desperdício pode ser observado dentro dos cestos de lixo e no retorno das bandejas de refeição. O controle de resto avalia a adequação da quantidade preparada em relação às necessidades, à porção distribuída e à aceitação do cardápio. Nesse contexto, o objetivo foi avaliar o desperdício de alimentos de uma UAN em uma escola privada em São Paulo por meio do percentual de restos e sobras. A unidade estudada atende, no almoço, em média, 70 estudantes com idade entre 1 e 10 anos. Para avaliar o desperdício, foram pesados os restos e as sobras do balcão de distribuição. Após os cálculos, pôde-se fazer uma avaliação do desperdício da UAN estudada. A média do consumo per capita foi de 207,9 gramas (±28,6) e a média de sobras foi de 28,6% (±4,2), valores superiores ao preconizado como índice adequado. A média de restos dos 5 dias foi de 21,1% (±3,2), valor acima do recomendado. Sugere-se a implantação de medidas educativas, estipulação de metas de desperdício e uma melhor organização na distribuição das preparações dos cardápios, contribuindo para aumento do consumo e menor desperdício.

 


Palavras-chave


desperdício; consumo; estudantes.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revunivap.v19i33.111

Apontamentos

  • Não há apontamentos.