DO LOCAL PARA A COMPREENSÃO DO GLOBAL: SAÚDE E AMBIENTE EM UMA PEQUENA CIDADE DA AMAZÔNIA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v25i48.2271

Palavras-chave:

Saúde global, açaí, pequena cidade, delta, Amazônia.

Resumo

Os grandes avanços da humanidade, entre eles o meio técnico-cientifico, com descobertas importantes do século XXI, contribuíram para melhorias na saúde e mitigação ou cura de algumas enfermidades. As doenças permanecem grandes desafios nas sociedades contemporâneas que apresentam novas demandas e tempo de cura. Os avanços e velocidade que acompanham a globalização refletiu-se na tomada de decisões no processo saúde-doença. Este artigo propõe apresentar uma análise sobre a situação dos moradores de um pequeno município da Amazônia, Ponta de Pedras, Pará, investigando a existência de doenças comuns aos habitantes das grandes cidades. Como metodologia, o artigo embasou-se em pesquisa bibliográfica sobre a temática apresentada, combinada à pesquisa empírica realizada no Município de Ponta de Pedras, além das bases de dados do IBGE. Como resultado, nota-se uma mudança no padrão alimentar da população local em especial da população rural, justificada por escassez de pescados e falta de poder aquisitivo para a compra de outros alimentos. Esta mudança no padrão alimentar, com presença de fast-food, somada a outros aspectos, interfere na saúde da população e contribuiu para a emergência de fatores de risco e doenças comuns em grandes cidades e metrópoles, como stress, obesidade, colesterol alto, diabetes, hipertensão arterial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Viviana Mendes Lima, Universidade do Vale do Paraíba - UNIVAP - Laboratório de Estudos das Cidades

Formada em Licenciatura e Bacharelado em Geografia pela Universidade do Vale do Paraíba (Univap 2004-2007), Mestre em Planejamento Urbano e Regional 2010. Participou do Projeto Rondon Operação Grão-Pará em janeiro de 2008. Também possui formação Técnica em Enfermagem pela Escola Fundação Johnson de São José dos Campos, SP. Pesquisador participante Bolsista FAPESP.

Sandra Maria Fonseca da Costa, Universidade do Vale do Paraíba - UNIVAP

Bolsista de Produtividade CNPq, Professora do Programa de Pós-Graduação em Planejamento Urbano e Regional da UNIVAP – Universidade do Vale do Paraíba.

Jobair Assis Rangel, Universidade do Vale do Paraíba - UNIVAP - Laboratório de Estudos das Cidades

Geógrafo, Mestre em Planejamento Urbano e Regional, Doutorando em Planejamento Urbano e Regional na UNIVAP, Pesquisador Associado do Laboratório de Estudos das Cidades.

Gustavo Rodrigo Milaré Montoia, Universidade do Vale do Paraíba - UNIVAP - Laboratório de Estudos das Cidades

Geógrafo, Doutor em Planejamento Urbano e Regional e Pesquisador Associado do Laboratório de Estudos das Cidades na UNIVAP – Universidade do Vale do Paraíba.

Referências

ARAÚJO-JORGE T, Matraca M. et al. Doenças negligenciadas, erradicação da pobreza e o plano Brasil sem Miséria. In: Campelo T, Falcão T, Costa P (orgs.). O Brasil sem Miséria. Brasília: MDS; 2014. p. 703-726. Disponível em: http://www.agencia.fiocruz.br/doen%C3%A7as-negligenciadas. Acesso em: 26 set. 2014.

AZEVEDO, James Ribeiro; KATO, Oswaldo Ryohei. Sistema de manejo de açaizais nativos praticado por ribeirinhos das ilhas de Paquetá e ilha grande, Belém: Embrapa, 2010.

BRASIL. Ministério da Saúde. (VIGITEL). Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos não Transmissíveis e Promoção da Saúde. Vigitel Brasil 2016: vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico: estimativas sobre frequência e distribuição sociodemográfica de fatores de risco e proteção para doenças crônicas nas capitais dos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal em 2016. Brasília: Ministério da Saúde, 2017. 160p.: il. Disponível em: http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2018/marco/02/vigitel-brasil-2016.pdf.

BECKER, Berta Koiffman. Geopolítica da Amazônia. Estud. av., São Paulo, v. 19, n. 53, p. 71-86, abr. 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142005000100005&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 29 jan. 2017.

BRONDIZIO, Eduardo S. et al. A conceptual framework for analyzing deltas as coupled social-ecological systems: an example from the Amazon River Delta. Sustain Sci., v. 11, n. 4, p. 1-19, 2016.

BROWN, P. The WHO strikes mid-life crisis. New scientist, v. 153, p. 12, 1997.

BROWDER, John O.; GODF Brian J. Cidades na Floresta: urbanização, desenvolvimento e globalização na Amazônia Brasileira. Manaus: EDUA, 2006.

CANCIAN, N.; LADEIRA, P. Em cinco anos, doenças por falta de saneamento custam R$ 1 bi ao SUS. Folha de São Paulo, 2019. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2019/10/em-cinco-anos-doencas-por-falta-de-saneamento-custam-r-1-bi-ao-sus.shtml. Acesso em: 20.jul. 2019.

COSTA, S. M. F. et al. A relação entre a economia do açaí e crescimento urbano em uma pequena cidade do estuário do rio Amazonas: uma reflexão. Revista Geográfica Venezolana, Mérida, v. 58, n. 1, p.10-25, 2017. Disponível em: http://www.saber.ula.ve/bitstream/123456789/43788/1/art%201.pdf. Acesso em: 22 out. 2017.

COSTA, Sandra Maria Fonseca da et al. Pequenas cidades do estuário do Rio Amazonas: fluxo econômico, crescimento urbano e as novas velhas urbanidades da pequena cidade de Ponta de Pedras. Redes (Santa Cruz do Sul. Online), v. 17, n. 2, 2012.

COSTA, Ellen A. C.; SCHOR, Tatiana. Redes Urbanas, Abastecimentos e o café da manhã de idosas na cidade de Tefé, Amazonas: Elementos para a análise da Geografia da Alimentação no Brasil. Hugeia, v. 9, n.17. p. 52-73, 2013.

FENZL, Norbert, ROBRINI, Maâmar. Projeto gestão integrada e sustentável dos recursos hídricos transfronteiriços na bacia do rio amazonas, considerando a variabilidade e mundança climática otca/gef/pnuma. Rio Branco: OTCA, 2012. Disponível em: http://otca.info/gef/uploads/documento/81609-ATIVID.III.2.3_MAAMAR.ROBRINI_RELATORIO_3.pdf. Acesso em: 20 fev 2019.

FORTES, Paulo Antônio de Carvalho, RIBEIRO, Helena. Saúde Global. Barueri., SP. Editora Manole, 2014.

GIATTI, Leandro Luiz. (org). Fundamentos das relações entre saúde e ambiente. In: GIATTI, Leandro Luiz. Fundamentos de Saúde Ambiental. Manaus: Editora UFAM, 2009.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo online. 2010. Disponível em: http://www.ibge.gov.br. Acesso em: 10 nov. 2010.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Panorama das cidades. 2018. Disponível em: <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/am/manaus/panorama>. Acesso em: 20 out. 2019.

KRONEMBERGER, Denise. Análise dos Impactos na Saúde e no Sistema Único de Saúde Decorrentes de Agravos Relacionados a um Esgotamento Sanitário Inadequado dos 100 Maiores Municípios Brasileiros no Período 2008-2011. 2013. Disponível em: <http://www.tratabrasil.org.br/datafiles/uploads/drsai/Relatorio-Final-Trata-Brasil-Denise-Versao-FINAL.pdf>. Acesso em: 20 maio 2019.

KICKBUSCH, I.; BERGER, C. Diplomacia da Saúde Global. RECIIS – Rev. Eletr. de Com. Inf. Inov. Saúde, Rio de Janeiro, v. 4, n. 1, p. 148-164, mar. 2010.

LEMOS, A. L. F.; SILVA, J. A. Desmatamento na Amazônia Legal: Evolução, Causas, Monitoramento e Possibilidades de Mitigação Através do Fundo Amazônia. Floresta e Ambiente, Rio de Janeiro, p. 98-108, 2011. Disponível em: http://www.floram.org/files/v18n1/v18n1a11.pdf. Acesso em: 20 maio 2016.

LIMA, Viviana Mendes. Globalização e saúde na Amazônia um estudo de uma pequena cidade: Ponta de Pedra, Ilha do Marajó, Pará. 2017. 200f. Tese (Doutorado em Ciências Ambientais) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.

LIMA, Viviana Mendes; COSTA, Sandra M. F.; RIBEIRO, Helena. Globalization and Health in a Small Town in the Amazon Region. In CLABORN, David. (org). Current Issues in Global Health. Londres: Editora. IntechOpen, 2018. p.1-19.

Disponível em: https://www.intechopen.com/books/current-issues-in-global-health. Acesso em: 20 jan. 2019.

MATTA, Gustavo Corrêa; MORENO, Arlinda Barbosa. Saúde global: uma análise sobre as relações entre os processos de globalização e o uso dos indicadores de saúde. Interface - Comunicação, Saúde, Educação [online], v. 18, n. 48, p. 09-22, 2014.

MURRIETA, R.; SIQUEIRA, A. D. Food consuption and substence in three populations on Marajó Island, Amazonia, Brazil. Human Ecology, v. 27, n. 3, p. 455-475, 1999.

OLIVEIRA, Aldemir de. A cultura nas (das) pequenas cidades da Amazônia Brasileira. In: CONGRESSO LUSO-AFRO-BRASILEIRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS, 8, Coimbra, 2004. Anais..., Coimbra, 2004. Disponível em: https://www.ces.uc.pt/lab2004/inscricao/pdfs/painel74/JoseAldemirdeOliveira.pdf. Acesso em: 27 jan. 2019.

OMS - ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Número de adultos com diabetes quadruplicou desde 1980, 2018. Disponível em: http://agenciabrasil.ebc.com.br/internacional/noticia/2016-04/oms-numero-de-adultos-com-diabetes-quadruplicou-desde-1980. Acesso em: 20 jan. 2019.

ONUBR. Organização das Nações Unidas. A ONU e a saúde. Disponível em https://nacoesunidas.org/acao/saude/. Acesso em: 10 nov. 2018.

PORTO, Marcelo Firpo de Souza. Uma ecologia política dos riscos: princípios para integrarmos o local e o global na promoção da saúde e de justiça ambiental. Rio de janeiro: Editora FIOCRUZ, 2012.

RIBEIRO, Helena. Saúde Global: olhares do presente. Rio de Janeiro: Editora FIOCRUZ, 2016. 106 p. (Coleção Temas em Saúde).

SACCARO JUNIOR, Nilo Luiz; MATION, Lucas Ferreira; SAKOWSKI, Patrícia Alessandra Morita. Impacto do desmatamento sobre a incidência de doenças na Amazônia. Rio de Janeiro: Ipea, 1990.

TRINDADE JÚNIOR, Saint-Clair Cordeiro da. Das “Cidades na Floresta” às “Cidades da Floresta”: Espaço, Ambiente e Urbanodiversidade na Amazônia Brasileira. NAEA - O Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, n. 321, p. 1-22, 2013. Disponível em http://www.naea.ufpa.br/naea/novosite/index.php?action=Publicacao.arquivo&id=345. Acesso em: 10 abr. 2019.

Downloads

Publicado

2019-12-06

Como Citar

Lima, V. M., Costa, S. M. F. da, Rangel, J. A., & Montoia, G. R. M. (2019). DO LOCAL PARA A COMPREENSÃO DO GLOBAL: SAÚDE E AMBIENTE EM UMA PEQUENA CIDADE DA AMAZÔNIA. Revista Univap, 25(48), 118–134. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v25i48.2271

Edição

Seção

Artigos da edição especial "Vivendo globalmente e agindo localmente - A saúde como tema complexo"