O DESAFIO DA SAÚDE PÚBLICA EM PEQUENAS CIDADES DA AMAZÔNIA: UM ESTUDO DE CASO EM PONTA DE PEDRAS – ILHA DO MARAJÓ / PARÁ – BRASIL

Viviana Mendes Lima, Sandra Maria Fonseca da Costa, Jessica Andretta Mendes, Gustavo Milaré Montoia

Resumo


O artigo tem por objetivo analisar a relação entre saúde e ambiente urbano e compreender os diversos fatores que interferem na promoção e equidade em saúde dos moradores, em especial os de menor poder aquisitivo, da cidade de Ponta de Pedras, localizada na Ilha do Marajó, estado do Pará. Como procedimentos metodológicos, foram coletados dados obtidos com pesquisa de campo, realizadas em julho de 2009 e 2010, por meio da aplicação de 200 e 350 formulários, respectivamente. Levantaram-se diversas variáveis nos formulários, tais como perfil socioeconômico, redes sociais que os moradores estabelecem, infraestrutura do domicílio, acessibilidade, situação fundiária, opinião dos moradores sobre o atendimento à saúde, entre outros. Os dados tabulados permitiram perceber a situação dos serviços de saúde existentes. Durante o campo, também foram levantadas informações sobre o atendimento municipal à saúde. Dessa forma, foi possível observar que a saúde da população de menor poder aquisitivo é influenciada pela situação de vulnerabilidade e iniquidade social em que vive, cenário comum às pequenas cidades da Amazônia, como Ponta de Pedras.


Palavras-chave


Saúde; Meio Ambiente; Fatores Socioeconômicos; Pinta de Pedras.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revunivap.v18i31.32

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

Revista UniVap é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional, resenhas e revisão de literatura nas diversas áreas do conhecimento científico, sempre a critério de sua Comissão Editorial e de acordo com o formato dos artigos publicados.

<Notas para trabalhos de revisão de literatura>

Recomenda-se que atendam aos requisitos:

- domínio sobre o tema abordado; base para o avanço do conhecimento na área de foco; finalidade de explicar com clareza o tema; respeitar aspectos básicos de construção: relevância e interesse; servir de base para descobrir lacunas e resolvê-las em modelo conceitual propondo encaminhamento de hipóteses ou proposições; focar na teoria e não somente em resultados; incluir nova pesquisa de referências mais recentes; não citar somente o que outros trabalhos fizeram anteriormente.

Itens dessa sessão não receberão DOI e não serão incluídos para indexação da revista.


- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 9 indexadores:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.