“SE FOR JORNALISTA QUE VEM AÍ, EU MANDO ENFORCAR”: GETÚLIO VARGAS – DA PRESIDÊNCIA DA REPUBLICA ÀS PAGINAS DOS JORNAIS

Autores

  • Maiara Sanches Leite Universidade do Vale do Paraíba
  • Sandra Maria Fonseca da Costa Docente/Universidade do Vale do Paraíba
  • Maria José Acedo Del Olmo Toledo Docente/Universidade do Vale do Paraíba

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.762

Palavras-chave:

Folha da Manhã, imprensa, liberal, nacionalista, Petrobrás.

Resumo

Este artigo visa abordar a relação do Presidente Getúlio Vargas com a imprensa, mais precisamente com o jornal Folha da Manhã. A pesquisa se realiza no ano de 1952, com a ampla discussão sobre a criação da Petrobrás, dentro de nossas análises previas, e com o debate em torno da oposição de ideias, entre os “nacionalistas” que defendiam o monopólio estatal e os “liberais”, que defendiam a abertura ao capital particular. Dentro desse aspecto, visamos discorrer sobre o comportamento da Folha da Manhã, tanto em relação à posição do presidente, quanto às medidas nacionalistas em que a indústria petrolífera foi pautada. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maiara Sanches Leite, Universidade do Vale do Paraíba

História

Ciencias Humanas 

Downloads

Publicado

2017-01-12

Como Citar

Leite, M. S., Costa, S. M. F. da, & Toledo, M. J. A. D. O. (2017). “SE FOR JORNALISTA QUE VEM AÍ, EU MANDO ENFORCAR”: GETÚLIO VARGAS – DA PRESIDÊNCIA DA REPUBLICA ÀS PAGINAS DOS JORNAIS. Revista Univap, 22(40), 299. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.762