PARÂMETROS ATMOSFÉRICOS E DA CULTURA UTILIZADOS NO CÁLCULO DO ÍNDICE DE ESTRESSE HÍDRICO DA CULTURA DO ALGODÃO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1100

Palavras-chave:

Termometria infravermelha, Monitoramento via planta, Temperatura do ar.

Resumo

O monitoramento da planta destaca-se como o método ideal de manejo de irrigação, Alguns modelos de indicadores do estresse das culturas foram desenvolvidos, entre os quais se encontra o Índice de Estresse Hídrico da Cultura (IEHC, ou CWSI – Crop Water Stress Index) proposto por Idso et al. (1981), que correlaciona a diferença de temperatura da folha e do ar (Tc-Ta) com o déficit de pressão do vapor d’água (DPV). Desta forma, objetivou-se analisar os parâmetros atmosféricos (Ta, e umidade relativa do ar) e da cultura (Tc), medidos com um termômetro infravermelho, que são utilizados para calcular o CWSI do algodoeiro irrigado. Plantas em condições normais de transpiração apresentam valores de Ta superiores a Tc. Altas temperaturas associadas a baixa disponibilidade hídrica, resulta em temperatura foliar acima do ideal. O CWSI do algodoeiro foi classificado como favorável na maioria dos dias avaliados. O método pode ser empregado no monitoramento da irrigação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-02-08

Como Citar

Dayube, S. O., de Jesus, M. L., & de Assis Viana, S. B. (2017). PARÂMETROS ATMOSFÉRICOS E DA CULTURA UTILIZADOS NO CÁLCULO DO ÍNDICE DE ESTRESSE HÍDRICO DA CULTURA DO ALGODÃO. Revista Univap, 22(40), 499. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1100