ANALISE ESPACIAL DA CONCENTRAÇÃO DE NITROGENIO E FÓSFORO NO TECIDO FOLIAR DO CAFEEIRO CONILON

Autores

  • Abel Souza da Fonseca Universidade Federal do Espírito Santo http://orcid.org/0000-0002-2096-3520
  • Mariana Lima de Jesus
  • Tiago Machado da Silva
  • Samuel de Assis Silva
  • Julião Soares de Souza Lima

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1508

Palavras-chave:

Estado nutricional, geoestatística, variabilidade espacial, Coffea canephora

Resumo

O conhecimento da variabilidade dos fatores que afetam a produtividade é importante para o manejo da cultura, planejamento de esquemas de amostragem e gerenciamento de práticas agrícolas. O estudo foi realizado com a coleta de folhas recém-maduras para determinação dos teores de P e K. Fez-se a análise de estatística descritiva e geoestatística dos teores foliares. Definida a dependência espacial, foram confeccionados mapas temáticos por meio da krigagem ordinária. Ambos os nutrientes apresentaram dependência espacial na área, sendo que a geoestatística permitiu mapear a variabilidade espacial e identificar diferentes zonas de manejo na área. Os resultados mostram deficiência de N e P na área, sendo que essa deficiência foi menor para o P. Os mapas identificam as regiões na área que devem receber maior atenção no momento da aplicação de adubos nitrogenados e fosfatados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-04-10

Como Citar

da Fonseca, A. S., de Jesus, M. L., da Silva, T. M., Silva, S. de A., & Lima, J. S. de S. (2017). ANALISE ESPACIAL DA CONCENTRAÇÃO DE NITROGENIO E FÓSFORO NO TECIDO FOLIAR DO CAFEEIRO CONILON. Revista Univap, 22(40), 732. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1508