ÍNDICE DE ESTRESSE HÍDRICO NA CULTURA DO ALGODÃO PARA FINS DO MANEJO DE IRRIGAÇÃO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1097

Palavras-chave:

Termometria infravermelha, Monitoramento via planta, Temperatura do ar.

Resumo

A cotonicultura é uma atividade praticada em grande escala no Brasil e tem grande importância social e econômica, sendo de fundamental importância o uso da irrigação Para um manejo de irrigação mais racional, o monitoramento dos parâmetros fisiológicos da planta se destaca como o controle ideal. Assim, objetivou-se verificar a variação do índice de estresse hídrico na cultura do algodão irrigado (determinado através de termômetro de infravermelho) em função do déficit de umidade no solo. O estudo foi realizado em Fazenda, durante o período de 10 de março a 11 de junho do ano de 2015. Foram coletadas, amostras de solo indeformadas para determinação da umidade atual, conforme o Método-Padrão de Estufa. O cálculo do Crop Water Stress Index (CWSI) foi feito em função dos valores de: temperatura foliar, umidade relativa do ar, e temperatura do ar adquiridos por meio de um termômetro infravermelho. Valores de CWSI variam de forma proporcional ao déficit de umidade no solo. A metodologia tem potencial para ser utilizada na realização do manejo de irrigação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-02-08

Como Citar

Dayube, S. O., de Jesus, M. L., & de Assis Viana, S. B. (2017). ÍNDICE DE ESTRESSE HÍDRICO NA CULTURA DO ALGODÃO PARA FINS DO MANEJO DE IRRIGAÇÃO. Revista Univap, 22(40), 503. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1097