INFLUÊNCIA DA TEMPERATURA NA GERMINAÇÃO DE Brassica napus L. var. oleífera

Alan Junior de Pelegrin, Ana Marina Pedrolo, Cássia Fernanda Stafen, Diana Carolina Leiva Cortéz, Tatieli Silveira, Camila Pegoraro, Luciano Carlos da Maia, Antônio Costa de Oliveira, Gilberto Omar Tomm, Gustavo Sessa Fialho

Resumo


O objetivo deste trabalho foi descrever a influência da variação de temperatura na germinação de quatro híbridos de canola indicados para cultivo no Brasil. O estudo foi realizado no ano de 2016, na Universidade Federal de Pelotas, – RS. O delineamento experimental utilizado foi o DIC, dispostos em esquema fatorial, 4 Híbridos x 3 temperaturas de geminação, com 4 repetições. Os híbridos utilizados foram o Hyola 50, Hyola 61, Hyola 571CL e Hyola 575CL e as temperaturas testadas foram 10, 20 e 30°C. A temperatura influenciou diretamente a germinação dos híbridos de canola. As temperaturas de 20° a 30°C foram as que promoveram maior incremento nas variáveis: primeira contagem, percentual de sementes germinadas, índice de velocidade de germinação, comprimento de radícula, comprimento de parte aérea, massa seca de plântula e redução no tempo médio de germinação. Os híbridos Hyola 61 e Hyola 571CL apresentaram melhor germinação quando expostos a temperatura de 10°C.

Palavras-chave


Canola, híbridos, sementes.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1255

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Univap

Revista UniVap é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 9 indexadores:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.