VIABILIDADE DE SEMENTES DE JILÓ EM FUNÇÃO DE DIFERENTES PERÍODOS DE ARMAZENAMENTO

Autores

  • Wilian Rodrigues Ribeiro Universidade Federal do Espírito Santo
  • André Alves Pinheiro Universidade Federal Do Espírito Santo
  • Melissa Alvarenga De Oliveira Universidade Federal do Espírito Santo
  • Daniel Soares Ferreira Universidade Federal do Espírito Santo
  • Leonardo Gonçalves Vargas Universidade Federal do Espírito Santo
  • Gabriel Dias De Oliveira Universidade Federal do Espírito Santo
  • José Carlos Lopes Universidade Federal do Espírito Santo

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1671

Palavras-chave:

Viabilidade, sementes, deterioração, Solanum gilo.

Resumo

A cultura do jiló é predominantemente propagada via seminífera. A qualidade da semente é fator primordial para sucesso da cultura, onde o ideal é que estas apresentem boa taxa de germinação e emergência. Porém dependendo da época e circunstancias às vezes torna-se necessário o armazenamento destas sementes, que podem vir afetar sua qualidade fisiológica, que podem ser avaliadas por sua viabilidade e vigor. Sendo assim, objetivou-se no presente estudo, verificar a influência de diferentes períodos de armazenamento sob a viabilidade de um lote de sementes de jiló, por testes de germinação e vigor, realizadas em placas de Petri e casa de vegetação. Foram avaliadas sementes de jiló não armazenadas (T0), armazenadas em câmara fria durante seis meses (T1) e armazenadas durante um ano (T2), ambos em recipiente de vidro. Verificou-se influência negativa no armazenamento das sementes de jiló, diminuindo assim sua viabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wilian Rodrigues Ribeiro, Universidade Federal do Espírito Santo

Graduando em Agronomia, bolsista de iniciação científica do Cnpq, pesquisador do Departamento de Engenharia rural, área de recursos hídricos

André Alves Pinheiro, Universidade Federal Do Espírito Santo

Graduando em Agronomia, pesquisador do Departamento de Engenharia rural, área de recursos hídricos

Melissa Alvarenga De Oliveira, Universidade Federal do Espírito Santo

Graduanda em Agronomia, pesquisadora do Departamento de Engenharia rural, área de recursos hídricos

Daniel Soares Ferreira, Universidade Federal do Espírito Santo

Graduando em Agronomia, pesquisador do Departamento de produção vegeal

Leonardo Gonçalves Vargas, Universidade Federal do Espírito Santo

Graduando em Agronomia

Gabriel Dias De Oliveira, Universidade Federal do Espírito Santo

Graduando em Agronomia

José Carlos Lopes, Universidade Federal do Espírito Santo

Professor titular da Universidade Federal do Espírito Santo, Departamento de Produção Vegetal, orientador de iniciação científica

Downloads

Publicado

2017-04-27

Como Citar

Ribeiro, W. R., Pinheiro, A. A., De Oliveira, M. A., Ferreira, D. S., Vargas, L. G., De Oliveira, G. D., & Lopes, J. C. (2017). VIABILIDADE DE SEMENTES DE JILÓ EM FUNÇÃO DE DIFERENTES PERÍODOS DE ARMAZENAMENTO. Revista Univap, 22(40), 832. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1671

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.