A ESCOLA COMO ESPAÇO DE INTERDISCIPLINARIDADE E REFLEXÃO – UM ESTUDO SOBRE A PRIMEIRA EDIÇÃO DO FÓRUM DE HUMANIDADES PROMOVIDO PELO COLÉGIO UNIVAP - UNIDADE AQUARIUS, SJC-SP

Thifani de Carvalho, Nádia Cristina Portes, Viviana Mendes Lima, Jobair de Assis Rangel

Resumo


Este trabalho consiste em apresentar os resultados acerca das experiências educacionais, no que tange a interdisciplinaridade, na área de ciências humanas e suas tecnologias a partir da temática proposta pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura), de acordo com a proposta “2016 Ano Internacional do Entendimento Global”. Ante a necessidade de refletir e debater os principais problemas globais que afetam o desenvolvimento da sociedade como um todo, o fórum propôs a todos uma reflexão em torno dos seguintes problemas: crise dos refugiados, problemas ambientais, relações sociais e a globalização. A metodologia adotada teve base em pesquisas de artigos acadêmicos, livros didáticos e sites de organizações governamentais idôneas que foram indispensáveis na construção deste artigo. Considera-se relevante abordar temas globais na formação dos alunos do ensino médio, preparando-os para uma postura firme ao abordar estas temáticas, assim como tantas outras.


Palavras-chave


Conhecimento; Educação; Entendimento Global.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.979

Apontamentos

  • Não há apontamentos.