EM TEMPOS DE AIDS: REPRESENTAÇÕES SOCIAIS E MEMÓRIAS DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE DO CENTRO DE TESTAGEM E ACONSELHAMENTO (CTA) DE BELÉM

Autores

  • Natália Pereira Marinelli Universidade do Vale do Paraíba
  • Alana Ilmara Pereira Costa Universidade Estadual do Maranhão
  • Letícia Valério Basílio
  • Maria Belén Salazar Posso Universidade Vale do Paraíba
  • Deborah Nayane Oliveira Silva Universidade Estadual do Maranhão

DOI:

https://doi.org/10.18066/revunivap.v20i35.166

Palavras-chave:

AIDS, Representações sociais, Memórias, Profissionais de Saúde, Aconselhamento.

Resumo

A AIDS demonstra nitidamente a complexidade do fenômeno saúde/doença próprio da realidade contemporânea. A epidemia de HIV/AIDS teve um impacto muito forte no trabalho e nas vidas pessoais de todos os tipos de profissionais da área da saúde. O estudo teve como objetivo geral: apreender as representações e memórias sobre AIDS e Cuidado de Pessoas com AIDS entre profissionais de saúde do CTA de Belém. A pesquisa foi numa abordagem multimétodos, pois se utilizou a abordagem quantitativa e a qualitativa, realizada no CTA de Belém, com 07 profissionais de saúde. Foram utilizados para coleta de dados: Questionário estandartizado; Formulário de evocações livres; Roteiro temático de entrevista. Os resultados demonstraram que o cuidado dirigido aos pacientes com HIV/AIDS está mais relacionado ao acolhimento e à adesão ao tratamento. As profissionais de saúde consideram também a questão da desmistificação da doença acerca dos preconceitos e medos que induzem a discriminação. Os conteúdos das memórias das profissionais acerca do cuidado de saúde observamos que estavam mais relacionados ao medo, receio e negatividade. As representações sociais e memórias das profissionais de saúde acerca do cuidado dirigido aos pacientes com HIV/AIDS mostram uma transição de significados. Analisando a prática do cuidado, observamos a necessidade do preparo a partir do conhecimento técnico-científico e das reflexões acerca de nossas vivências para ser possível educar, prevenir e fazer parte dessa luta pela cidadania e solidariedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Natália Pereira Marinelli, Universidade do Vale do Paraíba

Enfermeira. Mestra em Bioengenharia. Especialista em Saúde da Família e Saúde Materno-Infantil.  Docente do CTBJ da Universidade Federal do Piauí.

Alana Ilmara Pereira Costa, Universidade Estadual do Maranhão

Enfermeira. Especialista em Saúde da Família.Coordenadora da Escola de Enfermagem Nossa Senhora das Graças Codó - MA

Letícia Valério Basílio

Enfermeira. Especialista em Saúde da Família

Maria Belén Salazar Posso, Universidade Vale do Paraíba

Enfermeira. Doutor e Mestre Pela Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo. Docente do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento - Universidade do Vale do Paraíba.

Deborah Nayane Oliveira Silva, Universidade Estadual do Maranhão

Enfermeira. Especialista em Saúde da Família.

Downloads

Publicado

2014-08-22

Como Citar

Marinelli, N. P., Costa, A. I. P., Basílio, L. V., Posso, M. B. S., & Silva, D. N. O. (2014). EM TEMPOS DE AIDS: REPRESENTAÇÕES SOCIAIS E MEMÓRIAS DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE DO CENTRO DE TESTAGEM E ACONSELHAMENTO (CTA) DE BELÉM. Revista Univap, 20(35), 24–34. https://doi.org/10.18066/revunivap.v20i35.166