DIABETES MELLITUS: AVALIAÇÃO E CONTROLE ATRAVÉS DA GLICEMIA EM JEJUM E HEMOGLOBINA GLICADA

Rodrigo Cimino Sá, Silvio Rubens Alves, Edna Aparecida Ferraz de Araújo Navas

Resumo


O Diabetes mellitus é desencadeado quando a produção ou ação de insulina tornam-se deficientes gerando sintomas e complicações crônicas sérias, tratando-se atualmente de um problema de saúde pública mundial. O objetivo foi realizar estudo das concentrações séricas das glicemias em jejum, A1C e estimativas dos níveis de glicose média baseados nos valores da A1C de pacientes diabéticos atendidos em um laboratório do município de São José dos Campos-SP. Durante o período de setembro a outubro de 2012, foram analisados os resultados dos exames de glicemia em jejum e A1C de 3.149 pacientes na faixa etária entre 30 a 69 anos, e com base nessas informações calculou-se a glicose média estimada de cada paciente através da equação: 28,7 × A1C - 46,7. Pacientes não-diabéticos foram 62,2%, de risco ou pré-diabéticos 11,2% e diabéticos 26,6%. Discussão. No grupo de diabéticos, os valores da glicemia em jejum, A1C e glicose média calculada se correlacionaram, demonstrando que quanto maiores as taxas da glicemia em jejum, maior será a estimativa da glicose média e, consequentemente, o nível de A1C. A média dos níveis glicêmicos entre 100 a 125 mg/dL deve ser uma meta aos pacientes diabéticos, condição fundamental na prevenção de riscos e complicações inerentes à doença.



Palavras-chave


Diabetes Mellitus; Glicemia em jejum; Glicose média estimada; Hemoglobina Glicada.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revunivap.v20i35.129

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

Revista UniVap é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 9 indexadores:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.