PRODUTIVIDADE DE BANANEIRA “NANICA” EM RESPOSTA Á DOSES E FONTES DE FÓSFORO: AVALIAÇÃO DO 5° CICLO

Cleber Gonçalves Brito, Kivison Raysllan Ferreira Sobral, Fernando Araújo da Cruz, Rodrigo Nogueira Martins, José Ângeles Moreira de Oliveira, Juscelina Leite Ferreira Neta, Melissa Maria da Silva Souza, Dilermando Dourado Pacheco

Resumo


Resumo O cultivo da bananeira no norte de Minas Gerais necessita de irrigação para atender a elevada demanda hídrica da planta. Contudo, a água disponível para tal objetivo geralmente é calcária e induz a desequilíbrios, principalmente de fósforo (P), no solo e na planta, diminuindo o crescimento e o vigor dos bananais, consequentemente influenciando na produtividade da cultura. O objetivo do presente trabalho foi determinar o efeito de doses 0, 5, 10, 20 e 30 g de P2O5 por “família”, testando as fontes de fosfato monoamômico (MAP) e superfosfato simples (SS), sobre a produtividade da bananeira “Nanica” (Mussa ssp) em área irrigada com água calcária. A avaliação consistiu na mensuração do peso do cacho para estimativa da produtividade, do número de frutos e de pencas por cacho. Na avaliação dos resultados a produtividade quanto o número de frutos e de pencas por cacho não foram influenciados pelas doses do adubo fosfatado, mas a média estimada em plantas adubadas com MAP foram superiores às encontradas em plantas tratadas com SS.


Palavras-chave


Mussa ssp, Adubação fosfatada, Água subterrânea, Produção

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.545

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Univap

Revista UniVap é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 9 indexadores:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.