PROCESSOS BIOTECNOLÓGICOS PARA A MELHORIA DE QUALIDADE DO CAFÉ CONILON, COM E SEM MICRORGANISMOS STARTERS

Derio Brioschi Junior, Luiz Henrique Bozzi Pimenta De Souza, João Paulo Pereira Marcate, Evandro de Andrade Siqueira, Deusélio Bassini Fioresi, Rogério Carvalho Guarçoni, Fabiana Carvalho Rodrigues, Lucas Louzada Pereira

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial de diferentes métodos de fermentação sobre o café da variedade conilon, com e sem culturas starters de S. cerevisiae sp., juntamente a métodos já consolidados para a produção de café arábica por via-úmida. Para a realização do experimento, o café foi colhido de forma seletiva e processado no mesmo dia, retirando os frutos secos, boias e verdes. Foram realizados seis tratamentos distintos com cinco repetições onde: os tratamentos “Washed”, “Fully washed with yeasts”, “Yeasts with water” e “Yeasts waterless” foram avaliados em um tempo de fermentação 24 horas, além de “cereja descascado – semi-dry” e “natural” que não sofreram fermentação. As amostras foram avaliadas por seis juízes profissionais (experts) em análise sensorial de café. O protocolo de provas contém 10 atributos, para análise dos resultados foram utilizados apenas os seguintes atributos: Equilíbrio, Conjunto Uniformidade, Limpeza e Qualidade Global.  Os resultados indicam que as inoculações de culturas starters apresentaram-se como melhores tratamentos quando comparados aos tratamentos “cereja descascado” e “natural”.

Palavras-chave


Processamento via-úmida, sacaromices cerevisiae sp, fermentação, café conilon

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.921

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Univap

Revista UniVap é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 9 indexadores:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.