EFEITO DE ÓLEOS ESSENCIAIS CÍTRICOS SOBRE Agrotis ipsilon (HUFNAGEL) (LEPIDOPTERA:NOCTUIDAE)

Ingrid Schimidt Kaiser, Sabrina Buqueroni Alves, Breno Benvindo dos Anjos, Débora Ferreira Melo Fragoso, Julielson Oliveira Ataide, Dirceu Pratissoli

Resumo


A utilização de plantas inseticidas é cada vez mais frequente no controle de pragas. As plantas podem produzir diferentes compostos com atividade inseticida. Os óleos essenciais destacam-se dentre estes compostos, possuindo diferentes modos de ação inseticida, podendo ser uma ferramenta útil no manejo integrado de pragas. O objetivo deste trabalho é avaliar o efeito de óleos essenciais cítricos e seu composto majoritário D-limonemo visando sua adoção como métodos alternativos de controle de Agrotis ipsilon (Hufnagel) (Lepidoptera: Noctuidae). Para a realização do experimento foram utilizadas 50 lagartas de 1º ínstar por tratamento. Foram aplicados os óleos essenciais com auxilio do aerógrafo, sendo utilizado na concentração de 10% v v-1 para os óleos cítricos e o D-limoneno e para testemunha foi pulverizado água destilada. A avaliação foi realizada após 24, 48 e 72 horas verificando o número de lagartas mortas. Não foi observado efeito tóxico dos óleos essenciais cítricos e do D-limoneno sobre as lagartas de A. ipsilon. Deste modo, os óleos essenciais testados não são eficazes no controle da praga.

Palavras-chave


Lagarta rosca. Planta inseticida. Óleo essencial. Manejo integrado de pragas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.908

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Univap

Revista UniVap é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 9 indexadores:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.