EFICIÊNCIA DE PRODUTO À BASE DE D-LIMONENO PARA O MANEJO DA COCHONILHA-DA-ROSETA-DO-CAFEEIRO PLANOCOCCUS CITRI EM CONDIÇÕES DE LABORATÓRIO

Luana Viana Faria, Alixelhe Pacheco Damascena, Cynthia Teixeira Vargas, Luis Moreira de Araújo Junior, Dirceu Pratissoli

Resumo


A cochonilha-da-roseta-do-cafeeiro (Planococcus citri) consiste em um inseto praga capaz de onerar o custo de produção pelo uso excessivo de inseticidas sintéticos. Logo, percebe-se a necessidade de implementação de produto alternativo no manejo fitossanitário. O princípio ativo d-limonemo apresenta-se como um produto a ser testado pelo seu potencial inseticida, com toxidade reduzida ao ambiente. Logo, objetivou-se neste estudo analisar a atividade inseticida de d-limoneno em P. citri. Foi utilizado um produto comercial à base de d-limoneno nas seguintes concentrações: 6,25; 12,5; 25; 50; 100 e 200% (v/v) a partir da recomendada pelo fabricante, aplicadas sobre dez ninfas de terceiro instar de P. citri presentes nas placas de Petri de 5 cm de diâmetro, contendo, em cada uma, um disco foliar do cafeeiro Coffea canephora cv Vitória, mantido sobre uma lâmina de ágar/água a 1% (m/v). Verificou-se que os dados de mortalidade se ajustaram à análise de Probit, em que a concentrações mínimas testada 6,65% e 133,49% foram suficientes para se obter as concentrações letais CL50 e CL90, respectivamente. Portanto, conforme o parâmetro analisado, o d-limoneno constitui-se em uma alternativa a ser explorada no manejo de P. citri.



Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1644

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Univap

Revista UniVap é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 9 indexadores:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.