A BAIXA REPRESENTATIVIDADE DA MULHER NA CÂMARA FEDERAL DOS DEPUTADOS: UM REFLEXO DA VIOLÊNCIA SIMBÓLICA.

Marcely Alves Araújo, Elian Carmo Santana Pimentel, Isabella Boccardo, Marina Arantes de Souza, Mauricio Martins Alves, Daniel Lipparelli Fernandez

Resumo


Este texto aprecia os motivos da baixa representatividade da mulher na vida política brasileira, ressaltando que tal fato reflete uma violência simbólica, estabelecida principalmente através dos papeis pré-estipulados aos gêneros feminino e masculino. Busca-se, por meio do conteúdo apresentado, chamar a atenção para a necessidade de investimento em políticas públicas eficazes para inserção das mulheres no meio político. Nesse sentido, são apresentados dados estatísticos e gráficos, buscando apontar a realidade e reforçar a necessidade da desconstrução de pensamentos enraizados na cultura brasileira que inferiorizam a mulher. A partir do conceito proposto pelo sociólogo Pierre Bourdieu (violência simbólica), demonstra-se que a grande diferenciação entre os gêneros, persistente na sociedade brasileira se perfaz de forma implícita e sutil. O foco deste estudo se restringe à Câmara Federal dos Deputados brasileira, na qual se percebe quantitativa e ideologicamente que as mulheres ainda são sub-representadas. A representação das mulheres na política brasileira se faz necessária para a garantia de seus direitos sociais, por meio da participação efetiva nas decisões do Estado, bem como para a manutenção da democracia.

Palavras-chave


mulher; violência simbólica; política.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1504

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Univap

A Revista Univap informa que:

- Recebe submissões de artigos em fluxo contínuo;

- Não aceita trabalhos de revisões de literatura;

- Limite de 5 autores por trabalhos;

- Consulte as Normas Gerais de Publicação <https://revista.univap.br/index.php/revistaunivap/about/editorialPolicies#custom-2> e o Template <www1.univap.br/revista/20201215_Template_Revista_Univap.doc> para formatação do trabalhos;

- Os autores deverão seguir rigorosamente as orientações do Template/Modelo e inserir o número de Orcid nos Metadados da submissão;

Declarações a serem enviadas como documento suplementar:


Declaração de Conflito de Interesses que deve ser preenchida, assinada e enviada através do passo 4 do processo de submissão. Portanto, nenhum artigo será publicado na Revista Univap sem o preenchimento desses requisitos. <http://www1.univap.br/revista/Declara_Rev_Univap.doc>

- Declaração de Responsabilidade por tradução de língua inglesa/espanhola

Os autores deverão encaminhar Declaração de Responsabilidade de Tradução de língua inglesa/espanhola assinada por tradutor profissional.
<http://www1.univap.br/revista/Declaracao_traducao_profissional.doc>

Recomendamos o contato cpotraducao. Entretanto, fica a critério do autor. 

- Envio de documento suplementar com Indicação de Avaliadores (três) com experiência na área (nome, email, Lattes);

- O prazo médio de avaliação é de 6 meses.


Revista UniVap, e-ISSN 2237-1753, é uma publicação eletrônica editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Fontes de indexação da Revista UNIVAP:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.


Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.