A RELAÇÃO ENTRE O USO DO MERCHANDISING SOCIAL E A TEORIA DO AGENDA SETTING NAS TELENOVELAS “VALE TUDO” E “O CLONE”

Anderson Lopes da Silva, Thais P. P. Jerônimo Duarte, Aline de Fátima Siqueira Silva

Resumo


Bem antes, ainda com as radionovelas, os brasileiros e, principalmente, as brasileiras, sempre se mostraram muito receptivos a este gênero dramatúrgico adaptado ao rádio e, tempos depois, à televisão. Por conseguinte, este artigo propõe-se a apresentar uma visão mais aprofundada acerca das telenovelas brasileiras produzidas pela Rede Globo, sob o ângulo do merchandising social usado nessas produções. Com uma visão explicitamente avalizadora da telenovela como produto de uma indústria cultural sistêmica e extremamente ativa, o artigo pretende discutir o quanto a utilização do merchandising social na ficção televisiva da Globo tem sido motivador de assuntos e debates cotidianos referentes aos temas trabalhados nas telenovelas. Em outras palavras, a relação entre a Teoria do Agenda Setting e o merchandising social merecerão destaque equivalente aos demais conceitos e ideias aqui dispostos. As telenovelas “Vale Tudo” (1989) e “O Clone” (2001), da emissora carioca já citada, serão objetos de análise, no que diz respeito ao uso desse mecanismo narrativo, ao longo de seu enredo. Elas servirão de modelo, também, para um estudo sobre as características intrínsecas a essa utilização que podem servir de critério para um determinado tema tornar-se polêmico e ativo em uma sociedade tão dependente desse veículo comunicacional e de seus produtos midiáticos.

 


Palavras-chave


telenovelas; merchandising social; teoria do agenda setting

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revunivap.v19i33.110

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

 Revista Univap informa que:

- Recebe submissões de artigos em fluxo contínuo;

- Não aceita trabalhos de revisões de literatura;

- Limite de 5 autores por trabalhos;

- Consulte as Normas Gerais de Publicação <https://revista.univap.br/index.php/revistaunivap/about/editorialPolicies#custom-2> e o Template <www1.univap.br/revista/20201215_Template_Revista_Univap.doc> para formatação do trabalhos;

- Os autores deverão seguir rigorosamente as orientações do Template/Modelo e inserir o número de Orcid nos Metadados da submissão;

Declarações a serem enviadas como documento suplementar:


Declaração de Conflito de Interesses que deve ser preenchida, assinada e enviada através do passo 4 do processo de submissão. Portanto, nenhum artigo será publicado na Revista Univap sem o preenchimento desses requisitos. <http://www1.univap.br/revista/Declara_Rev_Univap.doc>

- Declaração de Responsabilidade por tradução de língua inglesa/espanhola

Os autores deverão encaminhar Declaração de Responsabilidade de Tradução de língua inglesa/espanhola assinada por tradutor profissional.
<http://www1.univap.br/revista/Declaracao_traducao_profissional.doc>

Recomendamos os revisores abaixo entretanto, fica a critério do autor. 

Língua Inglesa - recomendamos o contato cpotraducao.
Língua Espanhola - recomendamos o contato traducao.

- Envio de documento suplementar com Indicação de Avaliadores (três) com experiência na área (nome, email, Lattes);

- O prazo médio de avaliação é de 6 meses.


Revista UniVap, e-ISSN 2237-1753, é uma publicação eletrônica editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap


Fontes de indexação da Revista UNIVAP:

 

 

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.

              


Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.