IDENTIFICAÇÃO DO PERFIL ANTROPOMÉTRICO DE INDIVÍDUOS ATENDIDOS EM UM EVENTO DE QUALIDADE DE VIDA

Edeli Simioni de Abreu, Rosana Farah Simony, Débora Helena Silveira Dias, Fernanda Heitzmann Martins, Flávia Regina Oliveira Ribeiro

Resumo


É notório o aumento da prevalência de sobrepeso e obesidade na população brasileira. Estudos recentes indicam uma projeção de comportamento epidêmico. Este estudo descreveu o perfil nutricional de indivíduos atendidos em um evento de Qualidade de Vida, realizado em uma Universidade localizada no município de São Paulo. Trata-se de um estudo transversal, descritivo e com coleta de dados primários, com amostra de 443 indivíduos de ambos os gêneros, realizado em uma Universidade do município de São Paulo, no dia 30 de abril de 2010. O evento fez parte de um programa de qualidade de vida, já instituído na Universidade. Foram coletados os dados antropométricos (peso, altura e circunferência de cintura), e avaliou-se o estado nutricional por meio do índice de massa corporal, e índice de conicidade. Participaram do evento 443 indivíduos, sendo 48% (n=213) do sexo feminino e 52% (n=230) do sexo masculino, com média de idade 28,7 (±3,9) anos. A amostra estudada apresentou uma prevalência de 26,9% de sobrepeso e 12,6% para obesidade, maior nos homens quando comparados às mulheres. Em relação ao risco de doenças cardiovasculares, segundo a circunferência de cintura e índice de conicidade, a maior parte (67,7%) não apresentou risco, porém esses valores foram maio-res entre as mulheres. O estudo permitiu concluir que quase 40% da população estavam com excesso de peso. Dessa maneira, conclui-se que é essencial a realização de programas de intervenção nutricional para detectar possíveis riscos, e promover melhorias no estado de saúde dos indivíduos, para lhes assegurar uma maior qualidade de vida.



Palavras-chave


antropometria; qualidade de vida; índice de conicidade; transição nutricional

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revunivap.v18i32.84

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

Revista UniVap é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional, resenhas e revisão de literatura nas diversas áreas do conhecimento científico, sempre a critério de sua Comissão Editorial e de acordo com o formato dos artigos publicados.

<Notas para trabalhos de revisão de literatura>

Recomenda-se que atendam aos requisitos:

- domínio sobre o tema abordado; base para o avanço do conhecimento na área de foco; finalidade de explicar com clareza o tema; respeitar aspectos básicos de construção: relevância e interesse; servir de base para descobrir lacunas e resolvê-las em modelo conceitual propondo encaminhamento de hipóteses ou proposições; focar na teoria e não somente em resultados; incluir nova pesquisa de referências mais recentes; não citar somente o que outros trabalhos fizeram anteriormente.

Itens dessa sessão não receberão DOI e não serão incluídos para indexação da revista.


- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 9 indexadores:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.