TRATAMENTO DE HERPES SIMPLES TIPO 1 COM LASER DE BAIXA INTENSIDADE (660 NM) – RELATO DE CASO CLÍNICO

Autores

  • Marcela Lopes da Silva Martins Universidade do vale do paraíba (UNIVAP)
  • Ana Caroline Silva Arantes
  • Renata Amadei Nicolau

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i41.374

Palavras-chave:

Herpes simples, terapia a laser de baixa intensidade.

Resumo

Herpes simples é uma infecção ulcerativa mucocutânea viral, cujo agente etiológico é o vírus da família Herpesviridae [herpes simples tipo 1 (HSV-1) e tipo 2 (HSV-2)]. A herpes simples tipo 1 se relaciona às doenças orofaciais e a do tipo 2 a doenças genitais. Caracteriza-se pelo aparecimento de múltiplas vesículas, em geral agrupadas na mucosa, geralmente maiores e superficiais, que se rompem rapidamente, formando úlceras que podem coalecer. As úlceras são circunscritas por um halo eritematoso recobertas por uma membrana acinzentada. Considerando o emprego da terapia a laser de baixa intensidade (TLBI) em herpes simples e a restrita divulgação no meio clínico, este trabalho tem por objetivo demonstrar a efetividade desta no tratamento de HSV-1 labial. A partir de um caso clínico, foram discutidas as vantagens da abordagem clínica adotada em comparação com outras condutas terapêuticas relatadas na literatura. A TLBI proporcionou, no caso tratado, uma rápida melhora na reparação tecidual, ação anti-inflamatória e analgésica, além de diminuição do número de recidivas e retardo de novas manifestações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-04-12

Como Citar

Martins, M. L. da S., Arantes, A. C. S., & Nicolau, R. A. (2017). TRATAMENTO DE HERPES SIMPLES TIPO 1 COM LASER DE BAIXA INTENSIDADE (660 NM) – RELATO DE CASO CLÍNICO. Revista Univap, 22(41), 61–67. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i41.374