A INCIDÊNCIA DE DENGUE ASSOCIADA A FATORES SOCIOECONÔMICOS NO MUNICÍPIO DE CAMPOS DOS GOYTACAZES - RJ

Adriano Rodrigues de Paula, Gabriela Arêdes Lima, Bianca Rocha Araújo, Mateus Vargas Peres, Thais Helena Avemedio, Rafael Guerra, Anderson Ribeiro, César Ronald Pereira, Richard Ian Samuels

Resumo


A dengue é considerada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) uma arbovirose de maior relevância no mundo. O agente etiológico da doença é um vírus do gênero Flavivírus, pertencente à família Flaviridae e é classificado em quatro sorotipos (DENV 1-4). O mosquito vetor, Aedes aegypti, apresenta-se em grande parte do território nacional e isso se deve à urbanização acelerada, sem planejamento, característica dos centros urbanos de países em desenvolvimento. Sem vacina contra a dengue, o controle da população de A. aegypti torna-se importante. Levantamentos de incidência de dengue também podem direcionar os programas de controle do vetor para locais com maiores casos suspeitos e confirmados. O presente trabalho realizou um levantamento de incidência da doença dengue em 6 bairros de Campos dos Goytacazes, Estado do Rio de Janeiro, Brasil. Observou que os bairros com melhor infraestrutura e população com melhor renda a incidência de dengue foi significativamente baixa, comparado com bairros de periferia.

Palavras-chave


Fatores socioeconômicos. Vigilância epidemiológica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1228

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Univap

Revista UniVap é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional, resenhas e revisão de literatura nas diversas áreas do conhecimento científico, sempre a critério de sua Comissão Editorial e de acordo com o formato dos artigos publicados.

<Notas para trabalhos de revisão de literatura>

Recomenda-se que atendam aos requisitos:

- domínio sobre o tema abordado; base para o avanço do conhecimento na área de foco; finalidade de explicar com clareza o tema; respeitar aspectos básicos de construção: relevância e interesse; servir de base para descobrir lacunas e resolvê-las em modelo conceitual propondo encaminhamento de hipóteses ou proposições; focar na teoria e não somente em resultados; incluir nova pesquisa de referências mais recentes; não citar somente o que outros trabalhos fizeram anteriormente.

Itens dessa sessão não receberão DOI e não serão incluídos para indexação da revista.


- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 9 indexadores:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.