REVESTIMENTO DE PANOS COM POLÍMERO AUMENTA A EFICIÊNCIA DO FUNGO Metarhizium anisopliae NO CONTROLE DE Aedes aegypti

Aline Teixeira Carolino, Catia Oliveira de Paula de Morais, Mariana Borges Cerqueira Cypriano, Simone Azevedo Gomes, Thais Berçot Pontes Teodoro, Richard Ian Samuels

Resumo


A estratégia de aplicação do fungo sobre panos pretos é uma ferramenta eficiente no controle do mosquito A. aegypti. Para aprimorar a técnica e aumentar o número de conídios disponíveis na superfície do pano, os panos de algodão preto foram revestidos com alginato de sódio (ALG) e impregnados com o fungo entomopatogênico M. anisopliae (F). O fungo foi pulverizado sobre os panos e após secos, ficaram em contato com os mosquitos por 48h. Nos ensaios de germinação, foi possível verificar que o alginato não influenciou na viabilidade do fungo. No meio de cultura SDA acrescido com alginato foi verificado germinação de 97% dos conídios e 98% no grupo controle, sem adição do polímero. Nos ensaios de sobrevivência, o tratamento ALG+F foi mais eficiente em reduzir a sobrevivência dos mosquitos sendo verificada 12% de sobrevivência e S50 de 3 dias. O tratamento Fungo+Tween apresentou menor eficiência, sendo constatado 42% de sobrevivência e S50 de 7 dias.

 


Palavras-chave


Entomopatógeno, virulência, pano preto, alginato de sódio, dengue

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1470

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Univap

Revista UniVap é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional, resenhas e revisão de literatura nas diversas áreas do conhecimento científico, sempre a critério de sua Comissão Editorial e de acordo com o formato dos artigos publicados.

<Notas para trabalhos de revisão de literatura>

Recomenda-se que atendam aos requisitos:

- domínio sobre o tema abordado; base para o avanço do conhecimento na área de foco; finalidade de explicar com clareza o tema; respeitar aspectos básicos de construção: relevância e interesse; servir de base para descobrir lacunas e resolvê-las em modelo conceitual propondo encaminhamento de hipóteses ou proposições; focar na teoria e não somente em resultados; incluir nova pesquisa de referências mais recentes; não citar somente o que outros trabalhos fizeram anteriormente.

Itens dessa sessão não receberão DOI e não serão incluídos para indexação da revista.


- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 9 indexadores:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.