MONITORAMENTO E REDUÇÃO DA POPULAÇÃO DE Aedes aegypti COM FUNGOS ENTOMOPATOGÊNICOS EM SÃO JOÃO DA BARRA – RJ

Adriano Rodrigues de Paula, Anderson Ribeiro Ribeiro, Leila Eid Imad da Silva, Richard Ian Samuels

Resumo


Os fungos entomopatogênicos são potenciais candidatos para o controle de Aedes aegypti. O presente trabalho é uma seqüência de estudos realizados desde 2012 até os dias atuais no município de São João da Barra, Estado do Rio de Janeiro, Brasil, (SJB). Os resultados mostrados aqui foram coletados no ano de 2015. Foram selecionadas 28 residências, dispostas em duplas (14 duplas) com distância de aproximadamente 50 m cada. Em todas as residências foram colocadas duas armadilhas ovitrampas. Uma ovitrampa foi colocada no ambiente intradomiciliar e outra extradomiciliar. Em cada uma das duplas de residências foram colocadas, além das ovitrampas, três “armadilhas PET”, utilizadas para matar adultos dos mosquitos. As armadilhas PET foram feitas de garrafa PET com pano preto impregnado com Metarhizium anisopliae. Foram coletados 202.366 ovos de A. aegypti em SJB. O número de ovos das ovitrampas intra e extradomiciliares das residências com as armadilhas PET foi significativamente menor, comparado com tratamento controle. Provavelmente a armadilha PET com fungo matou os mosquitos que, portanto, não ovipositaram nas ovitrampas. 


Palavras-chave


Armadilha PET, campo, dengue, zika, chikungunya.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1219

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Univap

Revista UniVap é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 9 indexadores:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.