ESTUDOS AMBIENTAIS PARA AVALIAÇÃO DAS RESPOSTAS FISIOLÓGICAS DA ESPÉCIE RAPANEA FERRUGINEA SUBMETIDAS A DIFERENTES CONDIÇÕES DE INCIDÊNCIA SOLAR POR ESPECTROSCOPIA NO INFRAVERMELHO COM TRANSFORMADA DE FOURIER (FTIR-ATR)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v28i58.2624

Palavras-chave:

Análise computacional, Espectroscopia no Infravermelho, Radiação solar, Respostas fisiológicas de plantas.

Resumo

Com os avanços da tecnologia, a utilização de programas de computador se tornou cada vez mais presente nas pesquisas científicas. A espectroscopia no infravermelho com Transformada de Fourier (FTIR-ATR), aliada à análise computacional, é uma importante técnica empregada em estudos ambientais para caracterização de sistemas biológicos. Essa técnica estuda as ligações químicas presentes nas moléculas ao interagirem com a radiação na faixa do infravermelho do espectro eletromagnético (10-6 a 10-3m) transformando-se em energia vibracional, representada graficamente na forma de um espectro infravermelho. Este estudo objetivou a análise qualita e quantitativa de lignina, clorofila e amido em amostras de folhas de Rapanea ferruginea (nome popular: capororoca) sujeitas a diferentes condições de incidência solar. Para estabelecimento das diferentes condições de incidência solar foram confeccionadas quatro armações em madeira forradas com tela sombrite nas porcentagens de 30%, 50%, 70% e 85% de sombreamento. As mudas foram divididas em cinco grupos, sendo cada grupo disposto sob uma armação, exceto um que foi disposto a pleno sol (sem armação). A coleta das amostras foi realizada após decorrido um mês do início do experimento. Os espectros infravermelhos das amostras foram obtidos na faixa de 4.000 a 450cm-1. As razões de absorbância entre as bandas de absorção do anel aromático (1.609cm-1), C-N-C (1.159cm-1) e C-O (1.034cm-1) com a banda de estiramento de C-H (2.917cm-1) foram consideradas para determinar as quantidades de lignina, clorofila e amido, respectivamente. A partir da quantificação desses três constituintes, a condição mais favorável ao desenvolvimento da planta é a de 70% de sombreamento, seguida pela de 50% de sombreamento, 30% de sombreamento, 85% de sombreamento e por último é a de pleno sol.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Evandro Faria Lins, Universidade do Vale do Paraíba

Engenheiro Ambiental no Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Jacareí. Mestre em Bioengenharia pela Universidade do Vale do Paraíba.

Maria Regina de Aquino-Silva, Universidade do Vale do Paraíba

Professora da Universidade do Vale do Paraíba. Doutora em Ecologia e Recursos Naturais pela Universidade Federal de São Carlos.

Kumiko Koibuchi Sakane, Universidade do Vale do Paraíba.

Professora da Universidade do Vale do Paraíba. Doutora em Física pela Universidade de São Paulo.

Referências

Alvarez-Ordóñez, A., Mouwen, D. J. M., López, M. & Prieto, M. (2011). Fourier transform infrared spectroscopy as a tool to characterize molecular composition and stress response in foodborne pathogenic bacteria. Journal Of Microbiological Methods, 84(3), 369-378. http://dx.doi.org/10.1016/j.mimet.2011.01.009.

Braga, B., Hespanhol, I., Conejo, J. G. L., Mierzwa, J. C., Barros, M. T. L., Spencer, M., Porto, M., Nucci, N., Juliano, N. & Eiger, S. (2005). Introdução à Engenharia Ambiental: O desafio do desenvolvimento sustentável (2. ed.). Pearson.

Curran, P. J. (1989). Remote sensing of foliar chemistry. Remote sensing of environment, 30(3), 271-278.

Güler, G. & Nalbant, A. (2018). Flow Cytometry and FTIR spectroscopy for detection of early apoptosis in human T cells. In Multidisciplinary Digital Publishing Institute Proceedings (Vol. 2, No. 25, p. 1558). http://dx.doi.org/10.3390/proceedings2251558.

Hiri, A., Luca, M., Ioele, G., Balouki, A.; Basbassi, M., Kzaiber, F., Oussama, A. & Ragno, G. (2016). Chemometric classification of citrus juices of Moroccan cultivars by infrared spectroscopy. Czech Journal of Food Sciences, 33(2), 137-142. http://dx.doi.org/10.17221/284/2014-cjfs.

Holler, F. J., Skoog, D. A. & Crouch, S. R. (2009). Princípios de análise instrumental (6 ed.). Bookman.

Instituto Brasileiro de Florestas. (2016). Capororoca - Rapanea ferruginea. http://ibflorestas.org.br/loja/mudas/muda-30a60-capororoca.html.

Kasim, N. E., Abou-Rayya, M. S., Elbahy, G. M. S. & Mahmoud, T. M. (2014). Using Infrared Absorption Spectroscopy in Studying Nitrogen, Chlorophyll and Starch Contents in Manzenillo Olive Leaves Before Harvest Stage. World Applied Sciences Journal, 31(7), 1337-1340.

Larcher, W. (2000). Ecofisiologia vegetal. RiMA.

Lins, E. F., Praxedes, W. C., Trevisan, D. C., Santos, P. M., sakane, K. K. & Aquino-Silva, M. R. (2011). Espectroscopia no Infravermelho para Estudos Ambientais. Anais eletrônicos do 15º Encontro Latino Americano de Iniciação Científica, 11º Encontro Latino Americano de Pós-Graduação, 5º Encontro Latino Americano de Iniciação Científica Júnior. Univap, 2011. Disponível em: http://www.inicepg.univap.br/cd/INIC_2011/anais/arquivos/RE_0742_1049_01.pdf.

Lorenzi, H. (2002). Árvores Brasileiras: Manual de Identificação e Cultivo de Plantas Arbóreas Nativas do Brasil (vol.3). Instituto Plantarum.

Maquelin, K., Choo-Smith, L. P., Kirschner, C., Ngo-Thi, N.A., Naumann, D. & Puppels, G.J. (2006). Handbook of vibrational spectroscopy. John Wiley & Sons. http://dx.doi.org/10.1002/0470027320.s8106.

Mihoubi, W., Sahli, E., Gargouri, A. & Amiel, C. (2017). FTIR spectroscopy of whole cells for the monitoring of yeast apoptosis mediated by p53 over-expression and its suppression by Nigella sativa extracts. Plos One, 12(7). http://dx.doi.org/10.1371/journal.pone.0180680.

Movasaghi, Z., Rehman, S. & Rehman, I. U. (2008). Fourier Transform Infrared (FTIR) Spectroscopy of Biological Tissues. Applied Spectroscopy Reviews, 43(2), 134-179. http://dx.doi.org/10.1080/05704920701829043.

Ramos, V. S., Durigan, G., Franco, G. A. D. C., Siqueira, M. F. & Rodrigues, R. R. (2008). Árvores da Floresta Estacional Semidecidual: Guia de identificação de espécies. Edusp.

Silverstein, R. M., Webster, F. X. & Kiemle, D. J. (2006). Identificação espectrométrica de compostos orgânicos (7. ed.). LTC.

Stuart, B. (1997). Biological Applications of Infrared Spectroscopy: Analytical Chemistry by Open Learning. John Wiley & Sons.

Downloads

Publicado

2022-06-24

Como Citar

Lins, E. F., Aquino-Silva, M. R. de, & Sakane, K. K. (2022). ESTUDOS AMBIENTAIS PARA AVALIAÇÃO DAS RESPOSTAS FISIOLÓGICAS DA ESPÉCIE RAPANEA FERRUGINEA SUBMETIDAS A DIFERENTES CONDIÇÕES DE INCIDÊNCIA SOLAR POR ESPECTROSCOPIA NO INFRAVERMELHO COM TRANSFORMADA DE FOURIER (FTIR-ATR). Revista Univap, 28(58). https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v28i58.2624

Edição

Seção

Computação Aplicada ao Meio Ambiente