ESTUDO DO COMPORTAMENTO DO AÇO A-36 EM MEIOS CONTENDO ÍONS CLORETO E ÍONS SULFATOS

Eduardo da Silva Fonseca, Krishna Alcantara da Silva, Ana Isabel de Carvalho Santana, Wilma Clemente Lima Pinto

Resumo


O aço é um dos materiais metálicos mais utilizados atualmente. Em virtude da importância econômica e industrial do aço no desenvolvimento tecnológico, existe uma motivação contínua na proteção anticorrosiva destes materiais, destacando-se a importância da redução de custos e a relação custo-benefício. Este trabalho tem como objetivo realizar uma avaliação da influência do meio sobre a corrosão do aço estrutural ASTM A-36, para tanto foram utilizados meios eletrolíticos em pH neutro, contendo íons cloreto e íons sulfatos; pH básico (hidróxido de sódio) e pH ácido (ácido clorídrico). Este estudo mostrou, claramente, que na solução de NaOH 0,1 M, a taxa de corrosão foi significativamente menor em relação aos demais eletrólitos estudados, não somente nas primeiras horas, mas após períodos mais longos. Foi observado também que em meio neutro a taxa de corrosão é significativamente menor que em meio ácido mesmo na presença de íons cloretos.


Palavras-chave


Aços estruturais; aço ASTM A36; taxa de corrosão; ensaios eletroquímicos, meios corrosivos.

Texto completo:

PDF

Referências


ASTM G1-90. Standard Practice for Preparing, Cleaning, and Evaluation Corrosion Test Specimens. ASTM International, 1990.

ASTM G31-72, Standard Practice for Laboratory Immersion Corrosion Testing of Metals. ASTM International, 2004.

BAJARES, R. A.; MELLA, L. Study of the corrosion rate in the couple of steels ASTM A-36 and AISI/SAE 304 in a water-coke of petroleum system. Procedia Materials Science, v. 8, p. 702 – 711, 2015.

CHIAVERINI, V. Aços e ferros fundidos: características gerais, tratamentos térmicos, principais tipos. 7. ed. São Paulo: Associação Brasileira de Metalurgia e Materiais, 2015.

GENTIL, V. Corrosão. 5. ed. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos Editora S.A., 2007.

GUSTAFSON, K. Evaluation of Existing Structures. Steelwise. Modern Steel Construction. February, p. 1-3, 2007.

HASAN, M F., Analysis of Mechanical Behavior and Microstructural Characteristics Change of ASTM A-36 Steel Applying Various Heat Treatment. Journal of Material Science & Engineering, v. 5, p. 1-7, 2016.

KIM, I.T. et al. Experimental evaluation of shear buckling behaviors and strength of locally corroded web. Journal of Constructional Steel Research, v. 83, p. 75-89, 2013.

NUNES, L. P. Fundamentos de resistência à corrosão. Rio de Janeiro: Editora Interciência LTDA. 2007.

SAJID, H.V.; KIRAN, R., Influence of corrosion and surface roughness on wettability of ASTM A36 steels. Journal of Constructional Steel Research, v. 144, p. 310-326, 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v26i51.2438

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Univap

A Revista Univap informa que:

- Recebe submissões de artigos em fluxo contínuo;

- Não aceita trabalhos de revisões de literatura;

- Não há limite de autores. Em 2021 irá limitar a 5 autores por trabalhos;

- Consulte as Normas Gerais de Publicação <https://revista.univap.br/index.php/revistaunivap/about/editorialPolicies#custom-2> e o Template <http://www1.univap.br/revista/20200812_Template_Revista_Univap.doc> para formatação do trabalhos;

- Os autores deverão seguir rigorosamente as orientações do Template/Modelo e inserir o número de Orcid nos Metadados da submissão;

- Os autores deverão enviar uma Declaração de Conflito de Interesses que deve ser preenchida, assinada e enviada através do passo 4 do processo de submissão. Portanto, nenhum artigo será publicado na Revista Univap sem o preenchimento desses requisitos. <http://www1.univap.br/revista/Declara_Rev_Univap.docx>

- Recomendamos que inclua um documento suplementar indicando três avaliadores com experiência na área (nome, email, Lattes);

- O prazo médio de avaliação é de 6 meses.


Revista UniVap, e-ISSN 2237-1753, é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 7 indexadores e 1 diretório:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.