ESTUDO DA CAPACIDADE DE CARGA E RECALQUE DE SOLO RESIDUAL DE BASALTO

Autores

  • Renan Moreira
  • Felipe Eduardo Demari
  • Gustavo Henrique Demari
  • Ivan Ricardo Carvalho
  • Maicon Nardino
  • Mauricio Ferrari
  • Vinícius Jardel Szareski
  • Alan Junior de Pelegrin
  • Tamires da Silva Martins Universidade Federal de Pelotas/Departamento de Agronomia
  • Dinara Cristina Vivian
  • Velci Queiróz de Souza

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1018

Palavras-chave:

Compactação, Fundações, Ensaios de placa, Ruptura excessiva

Resumo

O trabalho tem por objetivo avaliar o comportamento de solo do parque de máquinas da prefeitura municipal de Pinhal - RS, com base nos ensaios de caracterização geotécnica e nos ensaios de placas. O estudo foi divido em duas etapas, sendo que na primeira compreendeu a coleta de amostras do solo para a realização de ensaios de caracterização geotécnica e na segunda etapa executaram-se os ensaios de placas para avaliação do comportamento do solo sob a ação de cargas. O perfil de solo do parque de máquinas da prefeitura municipal de Pinhal é caracterizado como solo argiloso. O solo apresenta alta plasticidade (IP = 32%). O peso específico real dos grãos é 29,01 kN/m³. O solo necessita um alto teor de umidade para que obtenha-se a maior compacidade. O solo é indicado para uso em subleito e possivelmente sub-base. Em ambos os ensaios de placa, realizados com placas de 48 cm e de 80 cm de diâmetro, não se conseguiu alcançar a ruptura do solo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-01-30

Como Citar

Moreira, R., Demari, F. E., Demari, G. H., Carvalho, I. R., Nardino, M., Ferrari, M., Szareski, V. J., Pelegrin, A. J. de, Martins, T. da S., Vivian, D. C., & Souza, V. Q. de. (2017). ESTUDO DA CAPACIDADE DE CARGA E RECALQUE DE SOLO RESIDUAL DE BASALTO. Revista Univap, 22(40), 445. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1018

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.