AVALIAÇÃO DAS PROPRIEDADES MECÂNICAS DE RESISTÊNCIA À COMPRESSÃO E À FLEXÃO DO CONCRETO COM SUBSTITUIÇÃO PARCIAL DE PLACA DE CIRCUITO IMPRESSO NO AGREGADO GRAÚDO EM ATÉ 30%

Ricardo de Freitas Cabral, Leonardo Alves Conceição, Roberto de Oliveira Magnago

Resumo


Os materiais utilizados para produzir o concreto são finitos na natureza. Pensando nisso, existem diversos estudos comprometidos a encontrar substitutos para os agregados, seja graúdo ou miúdo. Esses substitutos, podem ser resíduos naturais, tais como: fibras naturais ou casca de arroz e etc, ou resíduos industriais, como pneus ou embalagens PET. Nesse artigo, foi utilizado como substituto no agregado graúdo, a Placa de Circuito Impresso (PCI), em proporções de 10%, 20% e 30%. As PCI´s são encontradas nos Resíduos de Equipamentos Eletro Eletrônicos (REEE). Para a realização dos testes, foi feita a extração dos componentes e feito a moagem num moinho de facas, onde a PCI foi moída duas vezes. Após isso, foram feitos os moldes e realizados os ensaios de resistência à compressão e resistência à tração na flexão, para testar a viabilidade técnica. Atingiu-se a resistência de 25,67 MPa no ensaio de compressão para o concreto padrão e a resistência de 24,53 MPa na proporção de 10% para o ensaio de compressão. Para o ensaio de tração na flexão, a resistência atingida foi de 5,19 MPa para concreto padrão e de 3,81 MPa para a proporção de 30%. Sendo assim, sua aplicação como concreto não estrutural é possível.

Palavras-chave


Reciclagem; concreto; PCI; agregados graúdo; REEE.

Texto completo:

PDF

Referências


ALAGUSANKARESWARI, K.; SANDEEP, K. S.; VIGNESH, K. B.; NIYAS, K. A. H. Na Experimental Study on E Wast Concrete. Indian Journal of Science and Technology, v. 9, n. 2, 2016.

ANNA, A. S. Characteristics of concrete building units containing crushed waste glass. 2013 86 f. Dissertação (Mestrado em Master os Science) North Dakota State University of Agriculture and Applied Science, 2013.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 5738: Concreto - Procedimento para moldagem e cura de corpos-de-prova. Rio de Janeiro: ABNT, 2003.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 12655: Concreto de cimento Portland - Preparo, controle e recebimento - Procedimento. Rio de Janeiro: ABNT, 2006.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 5739: Concreto - Ensaio de compressão de corpos-de-prova cilíndricos - Método de ensaio. Rio de Janeiro: ABNT, 2007.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 12142: Concreto - Determinação da resistência à tração na flexão de corpos de prova prismáticos. Rio de Janeiro: ABNT, 2010.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6118: Projeto de estruturas de concreto - Procedimento. Rio de Janeiro: ABNT, 2014.

FERRARI, J. R. et al. Reaproveitamento de placas de circuito impresso na produção de argamassas. In: CBECiMat - CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA E CIÊNCIA DOS MATERIAIS, 23., 2018. Anais... Foz do Iguaçu, 2018. 12 p.

MAGNAGO, R. O.; AMARAL, M. P.; MULINARI, D. R.; SANTOS, C. Preparação e caracterização de compósitos obtidos a partir de rejeitos poliméricos oriundos de placas de equipamentos eletrônicos. In: CBECIMAT - CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA E CIÊNCIA DOS MATERIAIS, 21., 2014. Anais... Cuiabá, MT Brasil, 2014.

MODRO, N. L. R. et al. Avaliação de concreto de cimento Portland contendo resíduos de PET. Revista Matéria, v. 14, n. 1, p. 725-736, 2009.

NAGAJOTHI, P. G.; KALA, F. A Study on reusing waste printed circuit board powders and chips in cement mixes. International Journal of Earth Sciences and Engineering, v. 8, n. 2, p. 460-464, abril, 2015.

OLIVEIRA, C. R., BERNARDES, A. M.; GERBASE, A. E. Collection and recycling of eletronic scrap: A worldwide overview and comparison with the Brazilian situation. Waste Management, v. 32, n. 8, p. 1592-1610, 2012.

OLOFINNADE, O.M.; EDE, A.N.; NDAMBUKI, J.M. Sustainable greem environment through utilization of waste soda-lime glass for production of concrete. JMES, v. 8, n. 4, p. 1139-1152, 2017.

PARAGUASSÚ, I. M. Elaboração de endurecedor químico de superfície à base de silicato de sódio e silicado de lítio para aplicação em pavimentos de concreto. 2017 89 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Materiais) - Centro Universitário de Volta Redonda - UniFOA, Volta Redonda, 2017.

THORNEYCROFT, J. et al. Performance of structural conccrete with recycled plastic waste as a partial replacement for sand. Construction and Building Materials, v. 161, p. 63-69, 2017.

WANG, Y.; ADAWAY, M. Recycled glass as a partial replacement for fine aggregate in sctructural concrete - Effects on compressive strength. Special Issue: Eletronic Journal of Structural Engineering, v. 14, n. 1, p. 116-122, 2015.




DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v26i51.2436

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Univap

A Revista Univap informa que:

- Recebe submissões de artigos em fluxo contínuo;

- Não aceita trabalhos de revisões de literatura;

- Não há limite de autores. Em 2021 irá limitar a 5 autores por trabalhos;

- Consulte as Normas Gerais de Publicação <https://revista.univap.br/index.php/revistaunivap/about/editorialPolicies#custom-2> e o Template <http://www1.univap.br/revista/20200812_Template_Revista_Univap.doc> para formatação do trabalhos;

- Os autores deverão seguir rigorosamente as orientações do Template/Modelo e inserir o número de Orcid nos Metadados da submissão;

- Os autores deverão enviar uma Declaração de Conflito de Interesses que deve ser preenchida, assinada e enviada através do passo 4 do processo de submissão. Portanto, nenhum artigo será publicado na Revista Univap sem o preenchimento desses requisitos. <http://www1.univap.br/revista/Declara_Rev_Univap.docx>

- Recomendamos que inclua um documento suplementar indicando três avaliadores com experiência na área (nome, email, Lattes);

- O prazo médio de avaliação é de 6 meses.


Revista UniVap, e-ISSN 2237-1753, é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 7 indexadores e 1 diretório:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.