CARACTERIZAÇÃO DE FRUTOS DE UVAIA COLETADOS EM DIFERENTES LOCALIDADES DA REGIÃO SERRANA DO ESPÍRITO SANTO

Lorena Abdalla de Oliveira Prata Guimarães, Guilherme Carneiro de Mendonça, André Angelo Bellon, Raiza Rainha Dorzenoni, Tiago de Oliveira Godinho

Resumo


A uvaia (Eugenia pyriformis) tem grande potencial para uso na dieta alimentar. Para ampliar o conhecimento sobre frutíferas nativas não tradicionais, este trabalho objetivou caracterizar frutos de uvaia coletados em quatro localidades da região serrana do ES - Venda Nova do Imigrante (L1), Marechal Floriano (L2) e Domingos Martins (L3 e L4). Foram avaliadas a relação comprimento/diâmetro, rendimento da polpa, massa dos frutos inteiros e sem sementes, sólidos solúveis totais (SST), pH, acidez titulável (AT), vitamina C e “ratio” (SST/AT). Os frutos das diferentes localidades têm grande variabilidade nas características químicas e morfométricas. Os maiores frutos foram os obtidos na localidade de Vitor Hugo (L2). A polpa dos frutos obtidos em L2 e na localidade de São João de Viçosa (L1) tiveram, em geral, características químicas mais desejáveis. Por serem os frutos muito saborosos, com teores de vitamina C elevados e por serem suas potencialidades pouco exploradas, a espécie merece e precisa ser amplamente estudada e cultivada.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.523

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Univap

A Revista Univap informa que:

- Recebe submissões de artigos em fluxo contínuo;

- Não aceita trabalhos de revisões de literatura;

- Limite de 5 autores por trabalhos;

- Consulte as Normas Gerais de Publicação <https://revista.univap.br/index.php/revistaunivap/about/editorialPolicies#custom-2> e o Template <www1.univap.br/revista/20201215_Template_Revista_Univap.doc> para formatação do trabalhos;

- Os autores deverão seguir rigorosamente as orientações do Template/Modelo e inserir o número de Orcid nos Metadados da submissão;

Declarações a serem enviadas como documento suplementar:


Declaração de Conflito de Interesses que deve ser preenchida, assinada e enviada através do passo 4 do processo de submissão. Portanto, nenhum artigo será publicado na Revista Univap sem o preenchimento desses requisitos. <http://www1.univap.br/revista/Declara_Rev_Univap.doc>

- Declaração de Responsabilidade por tradução de língua inglesa/espanhola

Os autores deverão encaminhar Declaração de Responsabilidade de Tradução de língua inglesa/espanhola assinada por tradutor profissional.
<http://www1.univap.br/revista/Declaracao_traducao_profissional.doc>

Recomendamos o contato cpotraducao. Entretanto, fica a critério do autor. 

- Envio de documento suplementar com Indicação de Avaliadores (três) com experiência na área (nome, email, Lattes);

- O prazo médio de avaliação é de 6 meses.


Revista UniVap, e-ISSN 2237-1753, é uma publicação eletrônica editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Fontes de indexação da Revista UNIVAP:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.


Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.