CRESCIMENTO DE ESPÉCIES FLORESTAIS DA MATA ATLÂNTICA PRODUTORAS DE PRODUTOS FLORESTAIS MADEIREIROS E PFNM

Tiago de Oliveira Godinho, Nathan Bruno da Silva, Sarah Ola Moreira

Resumo


Diante do quadro de devastação da Mata Atlântica, ações que visem à recuperação e preservação das florestas associada à oportunidade de renda para os produtores rurais são necessárias. Dentre elas, o consórcio de culturas é uma alternativa que precisa de maiores estudos para a sua concretização. O objetivo desse trabalho foi avaliar a taxa de mortalidade e os incrementos em diâmetro e altura de mudas de espécies florestais em consórcio com cafezais. Foi instalado um experimento no delineamento de blocos ao acaso, com cinco tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos consistiram em quatro diferentes espécies arbóreas nativas da Mata Atlântica (Araucária, Jatobá, Araribá e Ipê Tabaco) e o Eucalipto. Um mês após o plantio, as mudas de Araucária tiveram a menor mortalidade e a maior foi observada nas mudas de Eucalipto. Já aos sete meses após o plantio, não foram observadas diferenças entre os tratamentos. A espécie que teve os maiores incrementos em diâmetro do coleto e altura total foi o Eucalipto, resaltanto o grande potencial de utilização da espécie em projetos de florestamento.

Palavras-chave


sistemas agroflorestais; manejo florestal; restauração florestal.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.559

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Univap

Revista UniVap é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 9 indexadores:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.