ATIVIDADE ANTIBACTERIANA E MODULATORIA DO α-PINENO ASSOCIADO AO APARELHO DE LUZ LED

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v28i57.2550

Palavras-chave:

Resistência bacteriana, Antibióticos, Produtos naturais, Análise microbiológica.

Resumo

O uso abusivo de medicamentos e a sua venda indiscriminada são um dos principais fatores para a resistência bacteriana, que é um grave problema à saúde. Os óleos essenciais são uma fonte de compostos bioativos que podem possuir propriedades antimicrobianas. Neste sentido, destaca-se o α-pineno, um monoterpeno que pode ser extraído dos óleos essenciais de plantas, que apresenta ação medicinal. Assim, o presente trabalho tem como objetivo avaliar a atividade antimicrobiana e moduladora do α-pineno, quando associado ao aparelho de Light Emitting Diodes (LED) frente a cepas bacterianas multirresistentes. Para tanto, foi utilizada a técnica de contato gasoso e a modulação com antibióticos e luz LED azul para determinação da atividade antimicrobiana. A concentração inibitória mínima (CIM) do composto foi de ≥ 1024 µg/mL, verificou-se, assim, um possível sinergismo do α-pineno associados à luz de LED e aos antibióticos das classes Quinolonas (Norfloxacina, Ciprofloxacina), Aminoglicosídeos (Gentamicina, Amicacina) e Beta Lactâmicos (Penicilina G e Oxacilina) frente às cepas multirresistentes de Staphylococcus aureus e Escherichia coli. Os resultados indicam que o α-pineno tem ação sinérgica quando associado aos antibióticos convencionais como a Amicacina e a Oxacilina, que obtiveram atividade satisfatória frente às cepas de E. coli e S. aureus, respectivamente. Portanto, o α-pineno pode exercer efeitos benéficos para o tratamento de infecções bacterianas relacionadas a cepas resistentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriella Souza Nicolau, Centro Universitário Dr. Leão Sampaio – UNILEÃO – Juazeiro do Norte -Ceará – Brasil. Estudante.

Biomédica pelo Centro Universitário Dr. Leão Sampaio – UNILEÃO – Juazeiro do Norte -Ceará – Brasil.

Maria de Fátima Guedes Monteiro, Centro Universitário Dr. Leão Sampaio – UNILEÃO – Juazeiro do Norte -Ceará – Brasil.

Biomédica. Centro Universitário Dr. Leão Sampaio – UNILEÃO – Juazeiro do Norte -Ceará – Brasil.

Dárcio Luiz de Sousa Júnior, Universidade Regional do Cariri - URCA – Crato – Ceará -Brasil. Aluno de mestrado.

Biomédico. Aluno de mestrado da Universidade Regional do Cariri - URCA – Crato – Ceará -Brasil.

Ana Emília Formiga Marques, Faculdade de Medicina Estácio de Juazeiro do Norte, ESTÁCIO – Juazeiro do Norte – Ceará- Brasil.

Farmacêutica

Pedro Everson Alexandre de Aquino, Universidade Federal do Ceará – UFC – Fortaleza – Ceará – Brasil. Aluno de doutorado

Biomédico. Aluno de Doutorado da Universidade Federal do Ceará (UFC), Ceará, Brasil.

Sarah de Sousa Ferreira, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Biomédia (UNINASSAU), especialista em Docência do Ensino Superior (FIP), mestra em Biologia Celular e Molecular (UFPB) e doutoranda em Bioquímica e Biologia Molecular (UFRN).

Aline Diogo Marinho, Universidade Federal do Ceará – UFC – Fortaleza – Ceará – Brasil. Atua como pós-doutora

Farmaceutica. Pós doutora da Universidade Federal do Ceará – UFC – Fortaleza – Ceará – Brasil.

Cícero Roberto Nascimento Saraiva, Centro Universitário Dr. Leão Sampaio – UNILEÃO – Juazeiro do Norte -Ceará – Brasil. Professor

Biomédico, atua como professor do Centro Universitário Dr. Leão Sampaio – UNILEÃO – Juazeiro do Norte -Ceará – Brasil.

Maria Karollyna do Nascimento Silva Leandro, Centro Universitário Dr. Leão Sampaio – UNILEÃO – Juazeiro do Norte -Ceará – Brasil. Professora.

Biomédica, atua como professora no Centro Universitário Dr. Leão Sampaio – UNILEÃO – Juazeiro do Norte -Ceará – Brasil.

Zildene de Sousa Silveira, Universidade Regional do Cariri - URCA – Crato – Ceará -Brasil. Aluno de mestrado

Biológa, aluna de mestrado da Universidade Regional do Cariri - URCA – Crato – Ceará -Brasil.

Rakel Olinda Macedo da Silva, Centro Universitário Dr. Leão Sampaio – UNILEÃO – Juazeiro do Norte -Ceará – Brasil. Professora.

Biomédica, professora do Centro Universitário Dr. Leão Sampaio – UNILEÃO – Juazeiro do Norte -Ceará – Brasil.

Lívia Maria Garcia Leandro, Centro Universitário Dr. Leão Sampaio – UNILEÃO – Juazeiro do Norte -Ceará – Brasil. Professora

Biomédica, professora do Centro Universitário Dr. Leão Sampaio – UNILEÃO – Juazeiro do Norte -Ceará – Brasil.

Referências

Argote-Vega, F. E., Suarez-Montenegro, Z. J., Tobar-Delgado, M. E., Perez-Alvarez, J. A., Hurtado-Benavides, A. M., & Delgado-Ospina, J. (2017). Evaluación de la capacidad inhibitoria de aceites esenciales en Staphylococcus aureus y Escherichia coli. Biotecnología En El Sector Agropecuario y Agroindustrial: BSAA, 15(2), 52-60.

Colares, A. V. (2018). Avaliação da atividade antibacteriana das frações da entrecasca de Guapira graciliflora (Mart. ex Shmidt) Lundell (Nyctaginaceae). Revista Interfaces: Saúde, Humanas e Tecnologia, 5(14), 02-06.

Farias, C. T., Amaral, F. L. E., Brito, R. C., Ferreira, S. B., Melo, T. R. & Ferreira, S. B. (2020). Modulative and adaptive effect of (+)-alpha-pinene in front of commercial antimicrobials in staphylococcus aureus strains. International Journal of Development Research, 10 (2), 33594-33600.

GALO, Í. D. C. (2018). Fototerapia antimicrobiana: otimização de protocolo experimental in vitro e estudo de resistência bacteriana. [Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Goiás].

Ghate, V. K., Siang, K., Zhou, W., Yang, H., Khoo, G. H., Yoon, W. B., & Yuk, H. G. (2013). Antibacterial effect of Light Emitting Diodes of visible wavelengths on selected foodborne pathogens at different illumination temperatures. International Journal of Food Microbiology, 166(3), 399-406.

Inouye, S., Takizawa, T.; Yamaguchi, H. (2001). Antibacterial activity of essential oils and their major constituents against respiratory tract pathogens by gaseous contact. Journal of Antimicrobial Chemotherapy, 45(5), 565-573.

Jucá, D. M. (2007). Propriedades farmacológicas de α- e β-pineno no musculo liso de gastrintestinal de ratos: Efeito miorrelaxante e pró-cinético. [Dissertação de Mestrado, Universidade Federal do Ceará].

Korb, A., Nazareno, E. R., Mendonça, F. A., & Dalsenter, P. R. (2013). Perfil de resistência da bactéria Escherichia coli em infecções do trato urinário em pacientes ambulatoriais. Revista de Biologia e Ciência da Terra, 13(1), 72-79.

Leandro, M. K. N. S., Rocha, J. E., Bezerra, C. F., Freitas, P. R., Feitosa, J. H. F., Bezerra, V. B., Barros, R. O., Leandro, L. M., Aguiar, J. J., Pereira, P. S., Christofoli, M., Ribeiro Filho, J., Iriti, M., Coutinho, H. D. M., & Matias, E. F. (2020). Modulation of antibiotic resistance by the essential oil of Ocimum gratissimum L. in association with light-emitting diodes (LED) lights. Zeitschrift fur Naturforschung. C, Journal of biosciences, 75(11-12), 377-387.

Lima, M. F. P., Borges, M. A., Parente, R. S., Victória Júnior, R. C., & Oliveira, M. E. (2015). Staphylococcus aureus e as infecções hospitalares - Revisão de literatura. Revista Uningá Review, 21(1), 32-39.

Matias, E. F. F. (2018). Avaliação da atividade antibacteriana e moduladora do óleo essencial de Cordia verbenacea DC. Associada as luzes de LED. Revista Interfaces: Saúde, Humanas e Tecnologia, 5(14), 07-14.

Moreira, M. C. (2009). Utilização de conversores eletrônicos que alimentam LEDs de alto brilho na aplicação em tecido humano e sua interação terapêutica. [Tese de Doutorado, Universidade Federal de Santa Maria].

Oliveira, J. A. A., Canedo, D. M., & Rossato, M. (2002). Otoproteção das células ciliadas auditivas contra a ototoxicidade da amicacina. Revista Brasileira de Otorrinolaringologia, 68(1), 7-13.

Santos, N. Q. (2004). A resistência bacteriana no contexto da infecção hospitalar. Texto & Contexto-Enfermagem, 13(spe), 64-70.

Santos, J. L. M. C. (2018). Análise da influência da irradiação por LED em cultura celular. [Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Goiás].

Santos, M. C., & Ribeiro, M. (2016). Bactérias de relevância clínica e seus mecanismos de resistência no contexto das infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS). Revista Científica UMC, 1(1).

Soares, L. A. V., & Pereira, S. B. (2016). Inibição bacteriana do extrato fluido de Stryphnodendron adstringens (mart.) coville (barbatimão) sobre cepas selecionadas de Staphylococcus aureus. Revista de Divulgação Científica Sena Aires, 5(1), 39-44.

Sofowora. A., Ogunbodede, E., & Onayade, A. (2013). The role and place of medicinal plants in the strategies for disease prevention. African Journal of Traditional, Complementary and Alternative Medicines, 10(5), 210-229.

Souza, A. T. L., Andreza, R. S., Alves, E. F., Cruz, A. J. F., Leandro, L. M. G., Guedes, T. T. A. M., Macêdo, R. O., Lima, L. F., Oliveira-Tintino, C. D. M., Coutinho, H. D. M., Tintino, S. R., Sousa, P. C. V., & Aquino, P. E. A. (2016). Avaliação da atividade antibacteriana dos extratos metanólico e hexânico do caule folhado de Melissa officinalis. Revista Ciencias de la Salud, 14(2), 201-210.

Teixeira, A. R.; Figueiredo, A. F. C.; França, R. F. (2019). Resistência bacteriana relacionada ao uso indiscriminado de antibióticos. Revista Saúde em Foco, (11), 853-875.

Sobral, M. A. F., Andreza, R. S., Alves, E. F., Cruz, A. J. F., Sousa, A. T. L., Oliveira, C. D. M., Tintino, S. R., Leandro, L. M. G., Aquino, P. E. A., & Lima, L. F. (2015). Atividade antibacteriana e moduladora in vitro de extrato metanólico e hexânico nico de Beta vulgaris spp. (Linnaeus). Revista Cubana de Plantas Medicinales, 21(1).

Weber, B. R., Scherer, V. C., Oliveira, K. R., & Colet, C. F. (2012). Análise de dos medicamentos e interações potenciais em prescrições contendo antimicrobianos dispensados em uma farmácia comunitária de Ijuí/RS. Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção, 2(4), 122-127.

Downloads

Publicado

2022-04-19

Como Citar

Nicolau, G. S., Monteiro, M. de F. G., Sousa Júnior, D. L. de, Marques, A. E. F., Aquino, P. E. A. de, Ferreira, S. de S., Marinho, A. D., Saraiva, C. R. N., Leandro, M. K. do N. S., Silveira, Z. de S., Silva, R. O. M. da, & Leandro, L. M. G. (2022). ATIVIDADE ANTIBACTERIANA E MODULATORIA DO α-PINENO ASSOCIADO AO APARELHO DE LUZ LED. Revista Univap, 28(57). https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v28i57.2550

Edição

Seção

Ciências da Saúde