EFEITOS DA ESTIMULAÇÃO ELÉTRICA NEUROMUSCULAR NO MÚSCULO TRÍCEPS SURAL DE INDIVÍDUOS HEMIPARÉTICOS CRÔNICOS

Cibele Cristina Andrade Silva, Liara de Oliveira Czegelski, Izabela Lopes Mendes, Marcele Florêncio das Neves, Pamela Lisboa do Prado, Fernanda Pupio Silva Lima, Mario Oliveira Lima, Sergio Takeshi Tatsukawa de Freitas

Resumo


A estimulação Elétrica Neuromuscular (EENM) tem sido utilizada como recurso terapêutico para ganho de força muscular e diminuição da hipertonia espástica. O objetivo do estudo foi verificar os efeitos da EENM aplicado no músculo gastrocnêmio medial dos indivíduos com hemiparesia espástica após AVE e verificar se a EENM promove inibição recíproca. Foi realizado um estudo experimental em seis indivíduos hemiparéticos espásticos após AVE, em que foi aplicado a EENM no músculo gastrocnêmio medial do lado parético. Utilizou a eletromiografia de superfície para obtenção da atividade elétrica do músculo tibial anterior e gastrocnêmio medial durante o movimento de dorsiflexão e flexão plantar do tornozelo. Para a verificação de existência de diferenças estatísticas entre as médias dos dados, utilizou-se a análise de variância – Anova. Os resultados indicam que a EENM aplicado no músculo gastrocnêmio medial pode promover inibição recíproca no movimento de flexão plantar (p=0,005); no entanto, durante o movimento de dorsiflexão, a maioria dos pacientes não apresentou inibição recíproca significativa (p>0,005). Em relação à atividade mioelétrica, o músculo gastrocnêmio medial e tibial anterior foi menor para a maioria dos pacientes. Conclui-se que a EENM quando aplicado no músculo gastrocnêmio medial associado ao alongamento passivo por meio de inibição autógena, pode estimular a inibição recíproca da articulação do tornozelo do membro comprometido, assim como promover a diminuição da atividade mioelétrica do músculo gastrocnêmio medial.


Palavras-chave


Espasticidade muscular; estimulação elétrica; eletromiografia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v25i47.1927

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Univap

Revista UniVap é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 9 indexadores:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.