EXPERIENCIA DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE FARMACOLOGIA EM MEDICINA VETERINÁRIA, EM ALEGRE- ES

Rudison da Silva Florêncio, Mirelle Baptista Jordaim, Débora de Souza Pozzatto, Amanda Maria Miranda Rodrigues dos Santos, Rosilene do Carmo Mendes, Thaís Portes Deorce Pimenta, Gabriela Fiuza Corato, Caio Vaz Baqui Lima, Mariana Corrêa Santos, Lenir Cardso Porfírio

Resumo


Em medicina veterinária a farmacologia é uma das disciplinas que une o ciclo básico com o ciclo profissionalizante, sendo constantemente utilizada na clínica médica e suas disciplinas relacionadas, além de possuir importante papel em áreas não relacionadas com clínica, cirurgia e áreas relacionadas. O estudo de farmacologia auxilia na formação de profissionais médicos veterinários, habilitando-os a utilizar os diferentes medicamentos e o conhecimento sobre eles para diagnosticar, tratar e prevenir doenças dos animais, e assim, reduzir seu sofrimento. Este trabalho mostra resultados de um modo de ensino e aprendizagem na disciplina de farmacologia básica do curso de medicina veterinária da Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre, ES. Foram utilizados recursos de monitoria, estudos de casos clínicos, aliados a seminários e resolução de estudos dirigidos, durante o período de março a julho de 2016. Conclui-se que é possível melhorar assimilação de conteúdo por meio da combinação de estratégias de ensino e aprendizagem, com apresentação de casos clínicos e monitorias com grupos pequenos de estudantes.

Palavras-chave


Estratégias de Ensino, Terapêutica Veterinária, Farmacologia Clínica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.506

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Univap

Revista UniVap é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional, resenhas e revisão de literatura nas diversas áreas do conhecimento científico, sempre a critério de sua Comissão Editorial e de acordo com o formato dos artigos publicados.

<Notas para trabalhos de revisão de literatura>

Recomenda-se que atendam aos requisitos:

- domínio sobre o tema abordado; base para o avanço do conhecimento na área de foco; finalidade de explicar com clareza o tema; respeitar aspectos básicos de construção: relevância e interesse; servir de base para descobrir lacunas e resolvê-las em modelo conceitual propondo encaminhamento de hipóteses ou proposições; focar na teoria e não somente em resultados; incluir nova pesquisa de referências mais recentes; não citar somente o que outros trabalhos fizeram anteriormente.

Itens dessa sessão não receberão DOI e não serão incluídos para indexação da revista.


- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 9 indexadores:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.