NO LUGAR PERIURBANO E ATRAVÉS DELE: ANÁLISE DA ACESSIBILIDADE SOCIAL NA REGIÃO NOROESTE DO MUNICÍPIO DE JACAREÍ, SP, BRASIL

André Luiz de Toledo, Adriane Aparecida Moreira de Souza, Cilene Gomes

Resumo


A acessibilidade dos moradores da Região do Parateí do Meio aos benefícios da vida social urbana é o objeto principal de análise desse artigo para o entendimento do lugar periurbano. A metodologia de pesquisa utilizada orientou-se para a realização de um estudo de caso e consiste em uma triangulação de métodos gerais e técnicas relacionando as fases exploratórias, trabalho de campo e análise documental. Além disso, incluiu levantamento fotográfico e de coordenadas geográficas para a construção de um banco de dados georreferenciados e mapeamentos. Partindo da contextualização e circunstância da localização da área de estudo, no município de Jacareí, SP, os resultados específicos do artigo incluem uma leitura histórica da organização territorial em relação ao sistema viário e os eixos de urbanização e desenvolvimento; o apontamento dos cerceamentos de estradas locais, um panorama das paisagens dos bairros da Região e dados sobre o potencial de acessibilidade física e social dos moradores. A composição da imagem da periurbanidade do lugar conduz às considerações finais a respeito de questões do planejamento territorial ligadas, sobretudo, à necessidade de um pensamento mais compromissado com as transformações sociais e territoriais, estabelecido com base nos direitos de cidadania.

Palavras-chave


Circulação; acessibilidade; periurbanidade; lugar; cidadania.

Texto completo:

PDF

Referências


AB’SABER, Aziz Nacib. Paisagens e problemas rurais da região de Santa Isabel. Boletim Paulista de Geografia, n.10, p. 45-70, 1951.

ALVES, Xandu. Projeto da Chery, núcleo de autopeças de Jacareí deve estar concluído em dois anos com investimento de US 700 milhões. O Vale, 2015. Disponível em: http://www.ovale.com.br/novo-polo-abre-5-000-empregos-1.588495. Acesso em: 26 maio 2015.

CODIVAP CONSÓRCIO DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DO VALE DO PARAÍBA, SERRA DA MANTIQUEIRA E LITORAL NORTE. Caracterização e avaliação dos conhecimentos existentes sobre a região do Vale do Paraíba e diagnósticos resultantes. Pindamonhangaba, SP, 1972. 328 p.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Censo demográfico de 2010. 2010. Disponível em: www.censo2010.ibge.gov.br/sinopseporsetores. Acesso em: 15 abr. 2014.

JACAREÍ. Prefeitura - PMJ. Plano Diretor de Ordenamento Territorial. Jacareí: PMJ, Secretaria de Planejamento, 2012.112 p.

KANAZAWA, Julia Naomi. Os (i)migrantes japoneses e seus descendentes em Jacareí, 1927-1951: contexto, trajetória e cotidiano. 2008. Dissertação (Mestrado) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8138/tde-02042009-092501/. Acesso em: 25 nov. 2014.

MACEDO, Nubia dos Santos. Capelas rurais de Jacareí. 1998. 210f. Trabalho de graduação (Arquitetura e Urbanismo) – Universidade do Vale do Paraíba, São José dos Campos, 1998.

MAGNANI, José Guilherme Cantor. De perto e de dentro: notas para uma etnografia urbana. En linea. São Paulo: Rev. bras. Ci. Soc., v. 17, n. 49, 2002. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69092002000200002&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 10 out. 2014.

MOURA FILHO, José Luiz de. A relação urbano/rural no Estatuto da Cidade. Revista Eletrônica do Curso de Direito, v. 5, n. 3, p. 1981-3694, 2010. Disponível em: . Acesso em 18 jun. 2014.

MÜLLER, Nice Lecocq. O fato urbano na bacia do Rio Paraíba estado de São Paulo. Rio de Janeiro, RJ: IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia, 1969. 375 p.

RANDOLPH, Rainer; SOUTHERN, Barbra Candice. Expansão metropolitana e transformação das interfaces entre cidade, campo e região. São Paulo: Mas Limonad. 2011. 337 p.

SANTOS, Milton. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. Rio de Janeiro, RJ: Record, 2000. 174 p.

SANTOS, Milton; SILVEIRA, Maria Laura Silveira. O Brasil: território e sociedade no início do século XXI. Rio de Janeiro: Record, 2001. 471 p.

SAPUCAHY, Mário Lúcio. 1822: um botânico europeu em viagem pelo Vale do Paraíba. São José dos Campos: Mls, 1998. 108 p.

SILVA NETO, Manoel Lemes da. A interação técnico-econômica do território paulista. In: ENCONTRO BRASILEIRO DE ESTUDOS REGIONAIS E URBANOS, 2., 2002. Anais..., São Paulo: Associação Brasileira de Estudos Regionais, 2002.

TOLEDO, André Luiz de. Precárias condições de circulação. 2013a. (1 fot.): color.

TOLEDO, André Luiz de. Estrada interrompida por Condomínio. 2013b. (1 fot.): color.

TOLEDO, André Luiz de. Estrada da Figueira. 2014a. (1 fot.): color.

TOLEDO, André Luiz de. Ruínas - escola e capela. 2014b. (1 fot.): color.

TOLEDO, André Luiz de; SOUZA, Adriane a. Moreira de; GOMES, Cilene. Circulação e dinâmicas urbano-rurais: questões de planejamento territorial à luz do estudo de uma localidade rural a noroeste de Jacareí, SP. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO. 2, 2014. Florianópolis. Anais.... Florianópolis: UDESC, 2014. 16p. Disponível em: . Acesso em: 26 fev. 2019.

TOLEDO, André Luiz de. Circulação, acessibilidade social e questões do planejamento territorial / análise da dinâmica socioespacial urbano-rural do Bairro do Parateí do meio em Jacareí, SP. São José dos Campos, SP, 2015. 185 f. Dissertação (Mestrado em Planejamento Urbano e Regional) - Universidade do Vale do Paraíba, São José dos Campos, 2015.

TRAVASSOS, Claudia; MARTINS, Mônica. Uma revisão sobre os conceitos de acesso e utilização de serviços de saúde. Cad. Saúde Pública, v. 20, supl. 2, p. 190-198, 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v26i50.2280

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Univap

Revista UniVap, e-ISSN 2237-1753, é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 7 indexadores e 1 diretório:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.