TAXA DE GERMINAÇÃO EM SEMENTES DE Plathymenia reticulata Benth. SOB CONDIÇÕES DE CASA DE VEGETAÇÃO E BOD

Lucimara Cruz de Souza, Adelson Lemes da Silva Júnior, Rafael Fonseca Zanotti, José Henrique Soler Guilhen, Mariana Cruz de Souza, Sustanis Horn Kunz, Fábio Demolinari de Miranda

Resumo


O objetivo desse trabalho foi avaliar a porcentagem de germinação de sementes de Plathyemenia reticulata visando a obtenção de plântulas para estudos de diversidade genética. O experimento foi conduzido em BOD (câmara de germinação) e casa de vegetação sendo instalado em fatorial simples (2-Ambiente X 2-Tempos), em um delineamento inteiramente casualizado composto por 180 repetições por tratamento. Contabilizou-se as sementes germinadas em 10 e 30 dias de semeadura para obtenção das porcentagens de germinação. Para verificação de diferenças entre os tratamentos, os dados foram submetidos à análise de variância (ANOVA). O experimento resultou na não interação entre os fatores avaliados e a significância entre os tempos em estudo (10 e 30 dias), tendo aos 30 dias uma porcentagem média de 43, 33% de germinação. A ANOVA demostrou que não há diferença estatística significativa entre os ambientes, indicando que tanto as sementes em BOD como em casa de vegetação apresentaram o mesmo potencial germinativo. Mediante estes resultados observados, pode-se concluir que a avaliação da porcentagem de germinação deve ser feita aos 30 dias após a plantio das sementes e que o ambiente sendo bem controlado não influencia na porcentagem final de germinação.


Palavras-chave


Arbóreas, propagação seminífera, vinhático

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.923

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Univap

Revista UniVap é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 9 indexadores:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.