ÍNDICE DE ABERTURA FLORAL E LONGEVIDADE DE HASTES FLORAIS DE LISIANTO [Eustoma grandiflorum (RAF.) Shinn] MANTIDAS EM SOLUÇÕES CONSERVANTES

Daniela Höhn, Lais Perin, Albertina Wieth, Dionvera Coelho, Roberta Peil, Paulo Roberto Grolli

Resumo


O objetivo do trabalho foi avaliar a evolução da abertura floral e a longevidade de hastes de Lisianto (Eustoma grandiflorum (RAF.) Shinn).  As hastes foram colhidas de plantas submetidas a diferentes substratos em ambiente protegido, na Universidade Federal de Pelotas - Pelotas, RS. Para a instalação do experimento as hastes foram colhidas, imediatamente suas bases foram imersas em água. Os tratamentos consistiram em: água pura, nitrato de prata (50 mg litro-1), hipoclorito de sódio (25 ml litro-1) e sulfato de alumínio (250 mg litro-1). O delineamento experimental foi inteiramente casualizado composto por quatro tratamentos e seis repetições.  A cada dois dias eram feitas as avaliações, durante o período de quatorze dias, verificando-se a evolução da abertura dos botões florais, aparência geral das hastes e longevidade. A solução de sulfato de alumínio e nitrato de prata foram as que proporcionaram a maior abertura dos botões florais e longevidade de quatorze dias das hastes, tornando-se mais eficiente na conservação e pós-colheita de lisianto.


Palavras-chave


Pós-colheita, durabilidade, flores de corte

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1769

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Univap

Revista UniVap é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 9 indexadores:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.