SELEÇÃO DE ÁRVORES MATRIZES DA ESPÉCIE Senefeldera verticillata (Vell.) CROIZAT EM DOIS FRAGMENTOS FLORESTAIS DO SUL DO ESPIRITO SANTO

Alessandra Abreu Rodrigues Vieira, Lucimara Cruz de Souza, Adelson Lemes da Silva Junior, kelmer Mozer Moro, Mariana Cruz de Souza, Aléxia Gonçalves Pereira, Marcos Vinicius Winckler Caldeira, Fábio Demolinari de Miranda

Resumo


O Brasil abriga a flora mais rica do planeta, sendo a Floresta Atlântica um dos sistemas mais diversificados que compõe essa paisagem. Por outro lado, a atuação antrópica desordenada transformou esse bioma, originalmente contínuo, em um mosaico de fragmentos isolados colocando em risco a biodiversidade. A coleta de sementes de alta qualidade é muito importante para qualquer programa de produção de mudas voltado para restauração e conservação dos recursos genéticos. Dessa forma, com esse estudo objetivou-se avaliar indivíduos de Senefeldera verticillata (Vell.) Croizat presentes na FLONA de Pacotuba e RPPN Cafundó (Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo), como matrizes para banco de sementes. O maior DAP foi de 17,6 cm e o menor foi de 5 cm, a média foi de 8,66 cm. Todas as matrizes avaliadas encontravam-se em boas condições de sanidade e aparência fenotípica. A partir dos dados foi possível identificar árvores matrizes que servirão como banco de sementes e empregadas nos projetos de reflorestamento e recuperação de áreas degradadas da própria região.


Palavras-chave


Manejo, floresta atlântica, reflorestamento, banco de sementes

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1586

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Univap

Revista UniVap é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional, resenhas e revisão de literatura nas diversas áreas do conhecimento científico, sempre a critério de sua Comissão Editorial e de acordo com o formato dos artigos publicados.

<Notas para trabalhos de revisão de literatura>

Recomenda-se que atendam aos requisitos:

- domínio sobre o tema abordado; base para o avanço do conhecimento na área de foco; finalidade de explicar com clareza o tema; respeitar aspectos básicos de construção: relevância e interesse; servir de base para descobrir lacunas e resolvê-las em modelo conceitual propondo encaminhamento de hipóteses ou proposições; focar na teoria e não somente em resultados; incluir nova pesquisa de referências mais recentes; não citar somente o que outros trabalhos fizeram anteriormente.

Itens dessa sessão não receberão DOI e não serão incluídos para indexação da revista.


- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 9 indexadores:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.