AVALIAÇÃO FENÓTIPICA E PRODUTIVA DE CULTIVARES CRIOULAS DE MILHO PARA A REGIÃO DE SÃO JOÃO DE PETRÓPOLIS, SANTA TERESA-ES

Autores

  • Renan Garcia Malikouski Instituto Federal do Espírito Santo - IFES, Campus Santa Teresa,Santa Teresa, ES, Brasil
  • Felipe Pereira Dal'Col Instituto Federal do Espírito Santo - IFES, Campus Santa Teresa,Santa Teresa, ES, Brasil
  • Rafael Vago Gonzales Instituto Federal do Espírito Santo - IFES, Campus Santa Teresa,Santa Teresa, ES, Brasil
  • Rafael Costa de Sant'Ana Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural - INCAPER, Centro Regional de Desenvolvimento Rural -Centro Norte, Laboratório de Fisiologia Vegetal e Pós-Colheita, Linhares, ES, Brasil
  • Rafael Zucateli da Vitoria Universidade Federal do Espírito Santo – UFES, Centro Universitário Norte do Espírito Santo – CEUNES, São Mateus, ES, Brasil
  • Hediberto Nei Matiello Instituto Federal do Espírito Santo - IFES, Campus Santa Teresa,Santa Teresa, ES, Brasil
  • Francisco Bráz Daleprane Instituto Federal do Espírito Santo - IFES, Campus Santa Teresa,Santa Teresa, ES, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1281

Palavras-chave:

Agricultura familiar, programas de melhoramento, Zea mays L.

Resumo

O cultivo intenso de milho híbrido vem provocando o fenômeno conhecido como erosão genética, tornando-se importante a realização de trabalhos que visem caracterizar cultivares crioulas de milho a fim de indicar aos agricultores de cada região as variedades que mais se adaptem a sua realidade, além de fornecer informações relevantes aos programas de melhoramento. Sendo assim, o presente trabalho teve como objetivo caracterizar quatro cultivares crioulas de milho para a região de São João de Petrópolis, município de Santa Teresa - ES. O experimento foi realizado no Instituto Federal do Espirito Santo campus Santa Teresa, as variedades crioulas utilizadas foram: Aliança, Fortaleza, Cateto e Cunha, incluindo também o híbrido AG 1051 e a cultivar Incaper 203. Foram avaliadas as seguintes variáveis: altura de planta, altura de inserção de espiga, número de espigas por planta, ângulo foliar, diâmetro de colmo e produtividade. Observou-se que as cultivares crioulas apresentaram desempenho semelhante ou até superior em muitos parâmetros, evidenciando a possibilidade de cultivo dessas variedades crioulas atualmente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-10-27

Como Citar

Malikouski, R. G., Dal’Col, F. P., Gonzales, R. V., Sant’Ana, R. C. de, Vitoria, R. Z. da, Matiello, H. N., & Daleprane, F. B. (2016). AVALIAÇÃO FENÓTIPICA E PRODUTIVA DE CULTIVARES CRIOULAS DE MILHO PARA A REGIÃO DE SÃO JOÃO DE PETRÓPOLIS, SANTA TERESA-ES. Revista Univap, 22(40), 46. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1281