O USO DA ARGILA ESMECTITA NA CLARIFICAÇÃO DO ÓLEO DE BABAÇU

Antonio Gilson Mendes de Souza, Carlos Alberto Lira Júnior, Maron Stanley Silva Oliveira Gomes, Sirlane Aparecida Abreu Santana

Resumo


Dentro das aplicações tecnológicas das argilas destaca-se o seu uso como adsorvente na clarificação dos óleos vegetais. Devido, principalmente, a sua elevada área superficial a esmectita é a variedade mais utilizada. A clarificação ou branqueamento é uma das etapas mais importante para a indústria de refino de óleos comestíveis. Através do processo de ativação, utilizando-se um ácido inorgânico forte o H2SO4, conseguiu-se a melhoria da capacidade sorpotivas do material argiloso. Os parâmetros que medem a qualidade do óleo foram determinados, antes e após o seu contato com a argila no seu estado natural, bem como, após o tratamento com o ácido, e os resultados evidenciaram que houve uma eficiente purificação, além da diminuição da tonalidade escura.

Palavras-chave


Argila. Óleo de babaçu. Clarificação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.726

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Univap

A Revista Univap informa que:

- Recebe submissões de artigos em fluxo contínuo;

- Não aceita trabalhos de revisões de literatura;

- Não há limite de autores. Em 2021 irá limitar a 5 autores por trabalhos;

- Consulte as Normas Gerais de Publicação <https://revista.univap.br/index.php/revistaunivap/about/editorialPolicies#custom-2> e o Template <http://www1.univap.br/revista/20200812_Template_Revista_Univap.doc> para formatação do trabalhos;

- Os autores deverão seguir rigorosamente as orientações do Template/Modelo e inserir o número de Orcid nos Metadados da submissão;

- Os autores deverão enviar uma Declaração de Conflito de Interesses que deve ser preenchida, assinada e enviada através do passo 4 do processo de submissão. Portanto, nenhum artigo será publicado na Revista Univap sem o preenchimento desses requisitos. <http://www1.univap.br/revista/Declara_Rev_Univap.docx>

- Recomendamos que inclua um documento suplementar indicando três avaliadores com experiência na área (nome, email, Lattes);

- O prazo médio de avaliação é de 6 meses.


Revista UniVap, e-ISSN 2237-1753, é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 7 indexadores e 1 diretório:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.