SÍNTESE DE MATERIAL NANOESTRUTURADO À BASE DE RESINA EPOXÍDICA E SÍLICA: ESTUDO DAS PROPRIEDADES TERMOMECÂNICAS

Patricia Reis Pinto, Washington Fagundes de Jesus, Adriana dos Anjos da Silva, Jonathan da Silva Santana

Resumo


A ciência e tecnologia em nanoescala têm atraído considerável atenção nos últimos anos, pela expectativa do impacto que os materiais nanoestruturados podem causar na melhoria da qualidade de vida. Espera-se que o avanço da nanociência e da nanotecnologia estimule a exploração de novos fenômenos e novas teorias. Neste trabalho foram investigados os principais aspectos envolvidos na modificação da resina epóxi (RE), curada com agente endurecedor poliamida. Nesta matriz epoxídica, incorporados nanopartículas inorgânicas de sílica comercial - R200 (Aerosil). A caracterização das amostras dos sistemas epóxi/poliamida, com e sem adição de nanocarga de sílica foram avaliadas por Termogravimetria (TG), Termogravimetria derivativa (DTG) e análise dinâmica mecânica (DMA). A reometria das amostras constatou que pela determinação do regime de viscoelasticidade linear da matriz epoxídica, verificou-se que a adição de 1% m/m da sílica resultou no aumento da viscosidade da matriz epoxídica, como esperado. Este comportamento sugere que a dispersão resultou na maior interação entre a ER e a carga de sílica, promovido pelo alto cisalhamento durante o procedimento de mistura.

Palavras-chave


Epóxi; poliamida; sílica; propriedades termomecânicas; material nanoestruturado.

Texto completo:

PDF

Referências


AHMED, L. et al. Application of polymer nanocomposites in the flame retardancy study. Journal of Loss Prevention in the Process Industries, v. 55, p. 381-391, 2018.

ANADÃO, P.; WIEBECK, H.; VALENZUELA-DÍAZ, F. R. Panorama da pesquisa acadêmica brasileira em nanocompósitos polímero/argila e tendências para o Futuro. Polímeros, v. 21, n. 5, p. 443-452, 2011.

CANEVAROLO, S. V. J; MATOS, J. R.; MACHADO, L. D. B. Técnicas de caracterização de polímeros: Análise térmica, termogravimetria, São Paulo: Artliber, 2007.

CARVALHO, A. P. Desenvolvimento de sílica gel organicamente modificada com líquido iônico (Ormosil) e sua utilização em dispersões de resina. 103 f. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia de Polímeros) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2015.

CHEN,Q. et al. Nanoscale and effective mechanical behavior and fracture of silica nanocomposites. Composites Sci and Tech, v. 68, p. 3137-3144, 2008.

COELHO C. P. D. Obtenção e caracterização de nanocompósitos de poliestireno e argilas esmectíticas. 107f. 2008. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Materiais) - Universidade de São Paulo, 2008.

ESTEVES, A. C.; TIMMOS, A. B.; TRINDADE, T. Nanocompósito de matriz polimérica: estratégias de síntese de materiais híbridos. Química Nova, v. 27, n. 5, p 798-806; 2004.

FERREIRA H. S.; RANGEL M. C. Nanotecnologia: Aspectos gerais e potencial de aplicação em catálise. Química Nova, v. 32, n. 7, 2009.

GAO, D. et al. Preparation of epoxy-acrylate copolymer/nano-silica via Pickering emulsion polymerization and its application as printing binder. Applied Surface Science, v. 435, p. 195-202, 2018.

HAZARIKA, D.; KARAK, N. Nanocomposite of waterborne hyperbranched polyester and clay carbon dot as a robust photocatalyst for environmental remediation. Applied Surface Science., v. 498, p. 1-13, 2019.

KARNATI, S. R.; AGBO, P.; ZHANG, L. Applications of silica nanoparticles in glass/carbon fiber-reinforced epoxy nanocomposite. Composites Communications, v. 17, p. 32-41, 2020.

KAYA, G. G.; YILMAZ, E.; DEVECI, H. Sustainable nanocomposites of epoxy and silica xerogel synthesized from corn stalk ash: Enhanced thermal and acoustic insulation performance. Composites Part B, v. 150, p. 1-6, 2018.

LI, H. et al. Synergetic enhancement of mechanical and electrical strength in epoxy/silica nanocomposites via chemically-bonded interface. Composites Science and Technology, v. 167, p. 539-546, 2018.

LUCAS, E. F.; SOARES, B. G.; MONTEIRO, E. E. C. Caracterização de polímeros: Determinação do peso molecular e análise térmica. Rio de Janeiro: E-papers, 2001.

MACIEL, A. P.; LONGO, E.; LEITE, E. R.; Dióxido de estanho nanoestruturado: síntese e crescimento de nanocristais e nanofitas; Química Nova, v. 26, n. 6; 2003.

PAVOSKI, G. et al. Synthesis of polyethylene/silica-silver nanocomposites with antibacterial properties by in situ polymerization. European Polymer Journal, v. 106, p. 92-101, 2018.

REDDY, C.; PATRA, P.; DAS, C. Ethylene–octene copolymer-nanosilica nanocomposites: effects of epoxy resin functionalized nanosilica on morphology, mechanical, dynamic mechanical and thermal properties. Macromolecular Symposia, v. 277, n. 1, p. 119-129, 2009.

REZENDE, M. C.; BOTELHO, E. C. O uso de compósitos estruturais na indústria aeroespacial. Polímeros: Ciência e tecnologia, v. 10, n. 2; 2000.

.

ROENNER, N. et al. Simultaneous improvements in flammability and mechanical toughening of epoxy resins through nano-silica addition. Fire Safety Journal, v. 91, p. 200-207, 2017.

SALIMIAN, S. et al. Fabrication and evaluation of silica aerogel-epoxy nanocomposites: Fracture and toughening mechanisms. Theoretical and Applied Fracture Mechanics, v. 97, p.156-164, 2018.

SINGH, N. P.; GUPTA, V. K.; SINGH, A. P. Graphene and carbon nanotube reinforced epoxy nanocomposites: A review; Polymer., v. 180, n. 121724, p. 1-21, 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v26i51.2432

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Univap

A Revista Univap informa que:

- Recebe submissões de artigos em fluxo contínuo;

- Não aceita trabalhos de revisões de literatura;

- Não há limite de autores. Em 2021 irá limitar a 5 autores por trabalhos;

- Consulte as Normas Gerais de Publicação <https://revista.univap.br/index.php/revistaunivap/about/editorialPolicies#custom-2> e o Template <http://www1.univap.br/revista/20200812_Template_Revista_Univap.doc> para formatação do trabalhos;

- Os autores deverão seguir rigorosamente as orientações do Template/Modelo e inserir o número de Orcid nos Metadados da submissão;

- Os autores deverão enviar uma Declaração de Conflito de Interesses que deve ser preenchida, assinada e enviada através do passo 4 do processo de submissão. Portanto, nenhum artigo será publicado na Revista Univap sem o preenchimento desses requisitos. <http://www1.univap.br/revista/Declara_Rev_Univap.docx>

- Recomendamos que inclua um documento suplementar indicando três avaliadores com experiência na área (nome, email, Lattes);

- O prazo médio de avaliação é de 6 meses.


Revista UniVap, e-ISSN 2237-1753, é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 7 indexadores e 1 diretório:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.