MODELO DE SIMULAÇÃO DE ATIVIDADE CEREBRAL USANDO ALGORITMO GENÉTICO PARA ANÁLISE DE CASOS DE CRIANÇAS COM MICROCEFALIA

Autores

  • Nicolas Pedroso Lima Colégio Técnico Univap Unidade Villa Branca
  • Luan dos Santos Tavares Colégio Técnico Univap Unidade Villa Branca
  • Lucas Rodrigues Rocha Colégio Técnico Univap Unidade Villa Branca
  • Alberson Wander Sá dos Santos Colégio Técnico Univap Unidade Villa Branca
  • Wagner dos Santos Clementino de Jesus Colégio Técnico Univap Unidade Villa Branca

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1159

Palavras-chave:

Microcefalia, Simulador, Neurociência, Atividade_cerebral, Algorítmo_genético.

Resumo

A microcefalia é o resultado do crescimento abaixo do normal do cérebro de uma criança ainda no útero ou na infância podendo ser atribuída por fatores genéticos, malformação do sistema nervoso central, diminuição do oxigênio para o cérebro fetal por intermédio de complicações na gravidez ou parto, exposições a drogas e certos produtos químicos, toxoplasmose congênita e infecção por citomegalovírus. Pesquisas realizadas mostram a ausência de um sistema capaz de representar atividades microcefálicas e também a comparação das mesmas com estímulos e idades diferentes. Idealiza-se com este trabalho conscientizar os usuários sobre a microcefalia, e principalmente possibilitar auxílios e estudos médicos sem que haja experimentação humana. Contudo, criou-se um software com a utilização de mecanismos de computação gráfica e o emprego da linguagem C++ para implementação de técnicas de algoritmo genético gerando resultados que serão armazenados em um gerenciador de banco de dados MySQL, possibilitando a realização de tais simulações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-02-14

Como Citar

Lima, N. P., Tavares, L. dos S., Rocha, L. R., dos Santos, A. W. S., & de Jesus, W. dos S. C. (2017). MODELO DE SIMULAÇÃO DE ATIVIDADE CEREBRAL USANDO ALGORITMO GENÉTICO PARA ANÁLISE DE CASOS DE CRIANÇAS COM MICROCEFALIA. Revista Univap, 22(40), 542. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1159