INDUÇÃO DE TENDINOPATIA DEAQUILES EM MODELO ANIMAL: REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

Leticia Boldo de Sousa, Izabelle Macedo de Souza, Airton Abrahão Martin

Resumo


Tendinopatia é uma lesão no tendão que varia de dor e/ou inflamação à condição crônica. Afeta pessoas de meia-idade e atinge 14% dos atletas de elite. O tratamento é com medicação orientada pelo especialista, além de atividades físicas que fortalecem a região afetada e com muita fisioterapia, enquanto os sucessos cirúrgicos são baixos e requerem um tratamento de longa duração. Esta revisão bibliográfica tem como objetivo mostrar os diferentes tipos de protocolos usando  modelo animal para induzir tendinopatia de aquiles. Foram utilizados artigos dos últimos 5 anos, publicados no Lillacs, Pubmed e Scielo, descartando os que não usaram modelo mecânico de indução. Não há modelos ideais que se aproximam da realidade humana e cada um tem suas vantagens e desvantagens, sendo necessários mais estudos aprofundados de tendinopatia no aquiles em modelo animal.

 


Palavras-chave: tendão de Aquiles, tendinopatia, modelo animal, corrida.

Área do Conhecimento: Ciências da Saúde


Palavras-chave


tendão de Aquiles, tendinopatia, modelo animal, corrida.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1109

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Univap

A Revista Univap informa que:

- Recebe submissões de artigos em fluxo contínuo;

- Não aceita trabalhos de revisões de literatura;

- Não há limite de autores. Em 2021 irá limitar a 5 autores por trabalhos;

- Consulte as Normas Gerais de Publicação <https://revista.univap.br/index.php/revistaunivap/about/editorialPolicies#custom-2> e o Template <http://www1.univap.br/revista/20200812_Template_Revista_Univap.doc> para formatação do trabalhos;

- Os autores deverão seguir rigorosamente as orientações do Template/Modelo e inserir o número de Orcid nos Metadados da submissão;

- Os autores deverão enviar uma Declaração de Conflito de Interesses que deve ser preenchida, assinada e enviada através do passo 4 do processo de submissão. Portanto, nenhum artigo será publicado na Revista Univap sem o preenchimento desses requisitos. <http://www1.univap.br/revista/Declara_Rev_Univap.docx>

- Recomendamos que inclua um documento suplementar indicando três avaliadores com experiência na área (nome, email, Lattes);

- O prazo médio de avaliação é de 6 meses.


Revista UniVap, e-ISSN 2237-1753, é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 7 indexadores e 1 diretório:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.