ATIVIDADE ANTIBIÓTICA DOS EXTRATOS DE Schinus terebinthifolia Raddi

Bruna Carminate, Luciana Camizão Rebello, Valdinara de Oliveira Grippa, Lo Ruama Freitas Teizeira, Caroline Carminate, Marcelo Barreto da Silva

Resumo


A Schinus terebinthifolia Raddi, conhecida popularmente como aroeira vermelha, possui grande potencial inibitório de crescimento de microrganismo, o que torna esta planta medicinal uma alternativa para atividade antibiótica. Este estudo propõe avaliar esta atividade antibiótica das frações de extratos obtidas a partir de folhas e de casca de caule de aroeira, contra Staphylococcus aureus, identificar os compostos do metabolismo secundário presentes nas folhas e nas cascas de caule e quantificar os flavonóides. As frações foram utilizadas nos testes de determinação da concentração inibitória mínima, para bactéria. Os resultados obtidos demonstraram que o microrganismo testado apresentou sensibilidade aos compostos encontrados nos extratos de S. terebinthifolia, independente do tipo de extração, e que nas folhas são encontrados flavonoides, que possivelmente juntamente com os taninos exercem a atividade inibitória da bactéria. Portanto, extratos de casca de caule e de folhas de aroeira podem ser uma possibilidade para controlar o crescimento de tal patógeno.


Palavras-chave


Schinus terebinthifolia; antibiótico; fitoterápico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1076

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Univap

Revista UniVap é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 9 indexadores:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.