A CATACLÍSMICA VARIÁVEL MAGNÉTICA V348 PAV

Matheus Soares Palhares, Claudia Vilega Rodrigues, Karleyne Medeiros Gomes Silva, Isabel Lima, Deonisio Cieslinski, Francisco José Jablonski, Leonardo Andrade Almeida, Murilo Martins, Alexandre Soares Oliveira

Resumo


No âmbito de um projeto de busca por novos objetos da classe de Variáveis Cataclísmicas magnéticas (mCVs - magnetic Cataclysmic Variables), selecionamos SSS110526:195648-603430 (em diante SSS1956-60) para um estudo observacional detalhado. SSS1956-60 foi classificado como a novalike CV V348 Pav (DOWNES et al. 1997) e também identificada como V1956-6034, uma candidata a polar pelo seu espectro (DRISSEN et al. 1994). Essa fonte apresenta diferentes tipos de variabilidade na curva de luz do CRTS (Catalina Real-Time Survey): longa (anos) e curtas (um mês) variações entre 18 a 15 mag, e variação de 1 mag em escalas de tempo de dias. Neste trabalho apresentamos a análise de serie temporal espectral de 13h feita pelo espectrógrafo Goodman no telescópio SOAR e serie temporal polarimétrica e fotométrica de cerca de 20h obtido no telescópio P&E no OPD/LNA. Nós obtivemos um período orbital de ≈80 min usando a velocidade radial da linha de Hβ. A fotometria apresentou uma curva de luz de amplitude senoidal de 0.7 mag com um período de 0.05556 dias e uma modulação de polarização circular com amplitude de aproximadamente 15%

Palavras-chave


Astrofísica estelar; Variáveis Cataclísmicas; Polares

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1053

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Univap

Revista UniVap é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional, resenhas e revisão de literatura nas diversas áreas do conhecimento científico, sempre a critério de sua Comissão Editorial e de acordo com o formato dos artigos publicados.

<Notas para trabalhos de revisão de literatura>

Recomenda-se que atendam aos requisitos:

- domínio sobre o tema abordado; base para o avanço do conhecimento na área de foco; finalidade de explicar com clareza o tema; respeitar aspectos básicos de construção: relevância e interesse; servir de base para descobrir lacunas e resolvê-las em modelo conceitual propondo encaminhamento de hipóteses ou proposições; focar na teoria e não somente em resultados; incluir nova pesquisa de referências mais recentes; não citar somente o que outros trabalhos fizeram anteriormente.

Itens dessa sessão não receberão DOI e não serão incluídos para indexação da revista.


- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 9 indexadores:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.