RESPOSTAS FOTOSSINTÉTICAS DO CAFEEIRO ARÁBICA SUBMETIDO AO DÉFICIT HÍDRICO

Autores

  • Anelisa Figueiredo Peloso Universidade Federal do Espírito Santo Departamento de Engenharia Rural
  • Sandro Dan Tatagiba Instituto Federal do Pará Campus Itaituba
  • Felipe Cassa Duarte Venâncio Universidade Federal do Espírito Santo Departamento de Engenharia Rural
  • José Francisco Teixeira Amaral Universidade Federal do Espírito Santo Departamento de Engenharia Rural

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1534

Palavras-chave:

Coffea arabica L., estresse hídrico, pigmentos cloroplastídicos, trocas gasosas.

Resumo

O objetivo deste estudo foi investigar as respostas fotossintéticas em folhas de café arábica submetido ao déficit hídrico, utilizando para isso, os parâmetros de trocas gasosas da fotossíntese [assimilação líquida de CO2 (A), condutância estomática (gs), taxa de transpiração (E) e concentração interna de CO2 (Ci)], as concentrações de pigmentos cloroplastídicos e o extravasamento de eletrólitos (EE) em folhas de plantas cultivadas a 30, 60 e 100% de água disponível (AD) no substrato. De acordo com os resultados obtidos foi verificado que os déficits hídricos afetaram negativamente a fotossíntese das plantas, ocasionando decréscimos significativos em gs, os quais, estiveram associados a diminuição nos valores de A. À medida que se intensificou o déficit hídrico foi encontrado redução nos teores das clorofilas e danos as membranas celulares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandro Dan Tatagiba, Instituto Federal do Pará Campus Itaituba

Professor Adjunto

Downloads

Publicado

2017-04-13

Como Citar

Peloso, A. F., Tatagiba, S. D., Duarte Venâncio, F. C., & Amaral, J. F. T. (2017). RESPOSTAS FOTOSSINTÉTICAS DO CAFEEIRO ARÁBICA SUBMETIDO AO DÉFICIT HÍDRICO. Revista Univap, 22(40), 751. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1534