AVALIAÇÃO DA TERAPIA FOTODINÂMICA COM AZUL DE METILENO EM Leishmania major e Leishmania braziliensis: ESTUDO in vitro

Autores

  • Danielle El Atra Coelho Universidade do Vale do Paraíba-UNIVAP
  • Letícia Corrêa Fontana
  • Juliana Guerra Pinto
  • Juliana Ferreira-Strixino

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1353

Palavras-chave:

Terapia Fotodinâmica, Leishmaniose Tegumentar Americana, Azul de Metileno

Resumo

A Leishmaníase é uma doença crônica causada pelo protozoário do gênero Leishmania, cujo tratamento é agressivo. A Terapia Fotodinâmica (TFD) é uma alternativa promissora que combina luz, fotossensibilizador (FS) e oxigênio molecular, para causar a morte celular. O objetivo desse trabalho foi avaliar, in vitro, a ação da TFD com Azul de metileno (AM) em promastigotas de Leishmania, por teste de MTT, curva de crescimento e morfologia do parasito. O teste de MTT demonstrou alteração de ambas as espécies após interação com o AM no escuro e após TFD. A análise das curvas demonstrou que a TFD influenciou o crescimento das espécies. A análise morfológica revelou que o AM no escuro não causou alterações expressivas como a TFD, sendo a cepa de L. braziliensis mais afetada que a cepa de L. major. Pode-se concluir que a TFD com AM foi promissora contra promastigotas de Leishmania, pois foi capaz de diminuir o crescimento e alterar a morfologia dos parasitos em cultura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-03-22

Como Citar

Coelho, D. E. A., Fontana, L. C., Pinto, J. G., & Ferreira-Strixino, J. (2017). AVALIAÇÃO DA TERAPIA FOTODINÂMICA COM AZUL DE METILENO EM Leishmania major e Leishmania braziliensis: ESTUDO in vitro. Revista Univap, 22(40), 649. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1353