ESTUDO DO EFEITO DA TERAPIA FOTODINÂMICA ANTIMICROBIANA SOBRE A VIABILIDADE DO BIOFILME PRODUZIDO POR Candida albicans

Autores

  • Ana Paula Pinto Universidade do Vale do Paraiba
  • Isabela Bueno Rosseti
  • Maricilia Silva Costa

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1284

Palavras-chave:

Candida albicans, Biofilme, Terapia Fotodinâmica Antimicrobiana, Azul de Toluidina

Resumo

A C. albicans é um fungo comensal e oportunista, que em casos de imunossupressão pode causar infecções e levar o indivíduo à morte. O biofilme produzido por C. albicans apresenta resistência a vários antifúngicos, pois é formado por uma matriz extracelular que dificulta a difusão dos fármacos. A Terapia Fotodinâmica Antimicrobiana (TFA) é uma terapia que combina uma fonte de luz visível, um agente fotossensível (não tóxico) e oxigênio. Esta interação promove a produção de espécies reativas de oxigênio (ERO’s), que alteram a permeabilidade da membrana celular e podem levar à morte celular de microrganismos. Foi realizada a TFA em biofilmes produzidos por C. albicans em diferentes fases de desenvolvimento. A fonte de luz utilizada foi um Light Emitting Diode (LED) (630nm) e o agente fotossenssível utilizado foi o Azul de Toluidina (AT). Os resultados demonstraram que tanto sobre a formação quanto sobre o biofilme produzido por C. albicans a TFA foi capaz de reduzir a viabilidade celular e alterar a morfologia, diminuindo a quantidade do número de células e de filamentos. Assim, a TFA demonstra ser uma potencial terapia antifúngica.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-03-13

Como Citar

Pinto, A. P., Rosseti, I. B., & Costa, M. S. (2017). ESTUDO DO EFEITO DA TERAPIA FOTODINÂMICA ANTIMICROBIANA SOBRE A VIABILIDADE DO BIOFILME PRODUZIDO POR Candida albicans. Revista Univap, 22(40), 620. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1284