ESTUDO DO EFEITO DA TERAPIA FOTODINÂMICA ANTIMICROBIANA SOBRE A VIABILIDADE DO BIOFILME PRODUZIDO POR Candida albicans

Ana Paula Pinto, Isabela Bueno Rosseti, Maricilia Silva Costa

Resumo


A C. albicans é um fungo comensal e oportunista, que em casos de imunossupressão pode causar infecções e levar o indivíduo à morte. O biofilme produzido por C. albicans apresenta resistência a vários antifúngicos, pois é formado por uma matriz extracelular que dificulta a difusão dos fármacos. A Terapia Fotodinâmica Antimicrobiana (TFA) é uma terapia que combina uma fonte de luz visível, um agente fotossensível (não tóxico) e oxigênio. Esta interação promove a produção de espécies reativas de oxigênio (ERO’s), que alteram a permeabilidade da membrana celular e podem levar à morte celular de microrganismos. Foi realizada a TFA em biofilmes produzidos por C. albicans em diferentes fases de desenvolvimento. A fonte de luz utilizada foi um Light Emitting Diode (LED) (630nm) e o agente fotossenssível utilizado foi o Azul de Toluidina (AT). Os resultados demonstraram que tanto sobre a formação quanto sobre o biofilme produzido por C. albicans a TFA foi capaz de reduzir a viabilidade celular e alterar a morfologia, diminuindo a quantidade do número de células e de filamentos. Assim, a TFA demonstra ser uma potencial terapia antifúngica.

 


Palavras-chave


Candida albicans; Biofilme;Terapia Fotodinâmica Antimicrobiana; Azul de Toluidina

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1284

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Univap

Revista UniVap é uma publicação eletrônica (a partir da edição nº 29 passa a ser on-line) editada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP), que tem o intuito de promover a divulgação de pesquisas e estudos, cumprindo a tríplice missão da universidade, de proporcionar ensino, pesquisa e extensão de modo indissociável. Esta publicação incentiva as pesquisas e procura o envolvimento de seus professores e alunos em pesquisas e cogitações de interesse social, educacional, científico ou tecnológico. Aceita artigos originais, não publicados anteriormente, de seus docentes, discentes, bem como de autores da comunidade científica nacional e internacional. Publica artigos, notas científicas, relatos de pesquisa, estudos teóricos, relatos de experiência profissional e resenhas.

- ACESSO ÀS NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO DE TRABALHOS NA REVISTA UNIVAP

- FLUXOGRAMA DO PROCESSO EDITORIAL


O endereço da revista é http://revista.univap.br/index.php/revistaunivap

 

Atualmente, a Revista UNIVAP possui 9 indexadores:

O Índice de Citações da Revista UNIVAP está disponível por intermédio do Google Acadêmico <https://scholar.google.com.br/citations?user=tmYYoVwAAAAJ&hl=pt-BR>.