CRESCIMENTO DE ABOBRINHA ITALIANA (Cucurbita pepo L.) CULTIVADO COM SOLO ENRIQUECIDO COM LODO DE ESGOTO

Autores

  • Nathália Aparecida Bragança Fávaris Universidade Federal do Espírito Santo
  • Allan Rocha de Freitas Universidade Federal do Espírito Santo
  • Carla Basilio Monteiro Universidade Federal do Espírito Santo
  • Manoel Victor Borges Pedrosa Universidade Federal do Espírito Santo
  • José Carlos Lopes Universidade Federal do Espírito Santo

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.665

Palavras-chave:

Cucubitaceae, biossólido, substrato.

Resumo

No Brasil, a abobrinha italiana é uma hortaliça de grande aceitação e de elevada importância econômica. O objetivo do trabalho foi avaliar o crescimento da abobrinha italiana em solo enriquecido com lodo de esgoto. O estudo foi conduzido, em casa de vegetação do Laboratório de Análise de Sementes do Centro de Ciências Agrárias e Engenharias da Universidade Federal do Espírito Santo, em Alegre–ES. Foram utilizadas sementes de abobrinha italiana (Cucurbita pepo L.) em três substratos compostos por Latossolo Vermelho Amarelo distrófico, areia lavada, e lodo de esgoto nas concentrações de 0; 40; 80 e 120 t ha-1, em  delineamento experimental de blocos casualizados. Foram analisados: número de folhas, comprimento de haste (cm) e comprimento da primeira folha (cm). Verificou-se que a concentração de 205,6 t ha-1 de lodo de esgoto proporciona maior desenvolvimento das plantas. Os maiores valores médios de crescimento foram obtidas após 60 dias da emergência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-01-09

Como Citar

Fávaris, N. A. B., Freitas, A. R. de, Monteiro, C. B., Borges Pedrosa, M. V., & Lopes, J. C. (2017). CRESCIMENTO DE ABOBRINHA ITALIANA (Cucurbita pepo L.) CULTIVADO COM SOLO ENRIQUECIDO COM LODO DE ESGOTO. Revista Univap, 22(40), 244. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.665