AVALIAÇÃO DA GERMINAÇÃO SEMENTES DE JABUTICABA (Myrciaria cauliflora) PÓS-ARMAZENAMENTO, EM DIFERENTES CONDIÇÕES AMBIENTAIS

Autores

  • Daniel Soares Ferreira Universidade Federal do Espírito Santo/Centro de Ciências Agrárias/Departamento de Produção Vegetal
  • Laura Vaillant Ribeiro Universidade Federal do Espírito Santo/Centro de Ciências Agrárias/Departamento de Produção Vegetal
  • Wilian Rodrigues Ribeiro Universidade Federal do Espírito Santo/Centro de Ciências Agrárias/Departamento de Produção Vegetal
  • Ualace de Oliveira do Reis Universidade Federal do Espírito Santo/Centro de Ciências Agrárias/Departamento de Produção Vegetal
  • Paula Aparecida Muniz de Lima Universidade Federal do Espírito Santo/Centro de Ciências Agrárias/Departamento de Produção Vegetal
  • André Alves Pinheiro Universidade Federal do Espírito Santo/Centro de Ciências Agrárias/Departamento de Produção Vegetal
  • Vinicius Agnolette Capelini Universidade Federal do Espírito Santo/Centro de Ciências Agrárias/Departamento de Produção Vegetal
  • José Carlos Lopes Universidade Federal do Espírito Santo/Centro de Ciências Agrárias/Departamento de Produção Vegetal

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1577

Palavras-chave:

Recalcitrância, Armazenamento, Semente, Jabuticaba, Germinação das sementes.

Resumo

A semente de jabuticaba por possuir um gral de recalcitrância exige cuidados especiais no pós-colheita. Objetivou-se neste experimento analisar duas formas de armazenagem de sementes de jabuticaba e determinar o método mais eficiente que preserve as características da semente. O presente trabalho foi desenvolvido no laboratório de análise de sementes, da Universidade Federal do Espirito Santos-UFES, localizado no município de Alegre-ES. O experimento foi montado em um delineamento experimental inteiramente casualizado com 2 tratamentos (acondicionamento no fruto e geladeira) e 4 repetições, possuindo 25 sementes por repetição. Após o período armazenado estas foram expostas à condições ideais para seu desenvolvimento onde avaliou-se as variáveis de germinação, comprimento de raiz, comprimento de plântulas, massa fresca e seca. Onde se identificou os melhores resultados em sementes armazenados em geladeira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-04-19

Como Citar

Ferreira, D. S., Ribeiro, L. V., Ribeiro, W. R., do Reis, U. de O., de Lima, P. A. M., Pinheiro, A. A., Capelini, V. A., & Lopes, J. C. (2017). AVALIAÇÃO DA GERMINAÇÃO SEMENTES DE JABUTICABA (Myrciaria cauliflora) PÓS-ARMAZENAMENTO, EM DIFERENTES CONDIÇÕES AMBIENTAIS. Revista Univap, 22(40), 776. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1577