SUBSTRATOS ALTERNATIVOS NO CRESCIMENTO DE PLÂNTULAS DE RABANETE

Autores

  • Patricia Alvarez Cabanez
  • Gabriel Azevedo Carvalho
  • Khétrin Silva Maciel
  • Rodrigo Sobreira Alexandre
  • José Carlos Lopes

DOI:

https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1022

Resumo

O substrato é um dos fatores que desempenham papel importante na germinação e no sucesso do crescimento da planta. O objetivo foi avaliar o efeito de diferentes substratos em plântulas de rabanete. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado com quatro tratamentos de quatro repetições e 25 plantas por repetição para avaliação das plântulas aos 12 dias após a semeadura. O experimento foi realizado na intensidade de luminosidade de 100%. Foram utilizados quatro substratos (S1, S2, S3 e S4). Foram realizadas as seguintes avaliações aos 12 dias da semeadura: altura, comprimento do sistema radicular, matéria fresca e seca da parte aérea e do sistema radicular, índice de velocidade de germinação e porcentagem de germinação. Conclui-se que os substratos utilizados para propiciar germinação e crescimento das plântulas de rabanete foram aqueles em mistura com húmus de minhoca e esterco bovino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-01-30

Como Citar

Alvarez Cabanez, P., Carvalho, G. A., Maciel, K. S., Alexandre, R. S., & Lopes, J. C. (2017). SUBSTRATOS ALTERNATIVOS NO CRESCIMENTO DE PLÂNTULAS DE RABANETE. Revista Univap, 22(40), 447. https://doi.org/10.18066/revistaunivap.v22i40.1022